Home»GLAMOUR»MODA»Portojoia: 30 anos a celebrar a joalharia portuguesa

Portojoia: 30 anos a celebrar a joalharia portuguesa

A 30ª edição da Portojoia – Feira Internacional de Joalharia, Ourivesaria e Relojoaria junta na Exponor técnicas tradicionais, marcas nacionais e internacionais e o talento de novos criadores. Um evento que tem como mote “Roots and Wings”, para fazer a ponte entre o passado e o futuro.

Pinterest Google+

A celebrar 30 anos, a Portojoia regressa à Exponor com uma edição dedicada ao passado e ao futuro da joalharia portuguesa. A decorrer de 26 a 29 de setembro, esta que é a principal montra ibérica de joalharia, ourivesaria e relojoaria, homenageia as raízes do setor e faz a ponte entre a tradição da arte e a visão global do design.

 

Entre os cerca de 150 expositores presentes, serão destacadas algumas das técnicas tradicionais da joalharia portuguesa e outras inspirações interculturais que se projetam globalmente. Destes expositores, 55 são marcas nacionais, 27 empresas internacionais e 13 jovens designers que estarão em destaque no espaço Studio.

 

VEJA TAMBÉM: DIAMANTES: PORQUE SÃO AS PEDRAS MAIS VALIOSAS DO MUNDO?

 

Segundo Carla Maia, diretora de Marketing da Exponor Exhibitions, «queremos que esta edição se diferencie de todas as outras. Não só porque comemoramos 30 anos, mas porque sentimos que o setor da joalharia portuguesa se encontra numa dinâmica de constante evolução e adaptação que merece e deve ser divulgada. Com o mote escolhido, pretendemos valorizar as marcas tradicionais ao mesmo tempo que damos visibilidade às gerações de designers mais recentes».

 

Em destaque estará o “Trend Spot”, espaço de tendências, com uma curadoria de peças que representam os novos movimentos criativos: ​​“Roots & Wings” reflete a vontade de regressar às raízes e à essência para projetar o futuro; “Mentes Viajantes” remete para o cruzamento de lugares, experiências e culturas; “Soft Power” transmite a necessidade de desligar do stress quotidiano e “Espiritualidade” fomenta a ligação a um estilo de vida mais introspetivo e reflexivo.

 

VEJA TAMBÉM:  AS JOIAS CERTAS PARA O SEU SIGNO

 

Já a iniciativa “Arts  & Jewels” apresenta as colaborações exclusivas entre marcas de joias e criadores de outros setores, neste caso a moda, decoração, design e artes plásticas: a Eugénio Campos aliou-se à designer de moda e modelo Diana Pereira; Liliana Guerreiro, designer de joalharia contemporânea apresenta uma criação em parceria com a icónica marca de sabonetes e produtos perfumados Castelbel; a também designer Telma Mota uniu-se à marca de design de produto Madre e o joalheiro André Rocha juntou-se ao artista plástico Pedro Guimarães.

 

Com o objetivo de inspirar e fomentar a partilha de conhecimento, no espaço “Jewel’s Labs” quatro marcas sugerem novos conceitos de exposição e vitrinismo, dirigidas ao retalho, funcionando como protótipos de inspiração para as ourivesarias. São convidadas desta edição a concept store Scar ID e as marcas de joalharia Mesh, Mimata e Wings of Feeling.

 

Vocacionada para profissionais, a organização espera superar os 10.000 visitantes, contando ainda com um dinâmico programa de atividades paralelas. veja o program a na página seguinte.

Artigo anterior

DGS explica como deixar de fumar em 15 passos

Próximo artigo

Lisbon Food Week junta na capital o mundo da gastronomia