Home»BEM-ESTAR»NUTRIÇÃO»Porque é que a canja de galinha é um prato curativo?

Porque é que a canja de galinha é um prato curativo?

Nada sabe melhor do que uma canja de galinha bem quente quando se está constipado ou engripado. E há várias razões para o seu corpo se regenerar mais depressa com esta antiga receita caseira, presente um pouco por todo o mundo. O Centro Médico Beth Israel Deaconess, da Universidade de Harvard, decompõe esta receita passo a passo e os seus benefícios.

Pinterest Google+

Quem não comeu já uma reconfortante canja de galinha em alturas de gripe ou constipação, preparada pela mãe ou pela avó, como receita infalível para as maleitas de inverno? Quase todos nós, um pouco por todo o mundo.

 

Com massa ou arroz, com mais este ou aquele ingrediente, este caldo de galinha é receita reputada em vários pontos de globo. Mas, afinal, que base científica tem essa receita? Foi isso que quiseram saber os investigadores do Centro Médico Beth Israel Deaconess, da Universidade de Harvard, EUA, que decompuseram a receita passo a passo.

 

«Vários estudos têm demonstrado que uma tigela de canja de galinha pode ajudar a limpar o congestionamento nasal e aliviar os sintomas de uma gripe ou constipação. É tudo sobre os ingredientes», explica a nutricionista clínica deste centro médico, Sandy Allonen. Então vamos lá analisar os ingredientes da canja.

 

VEJA TAMBÉM: DOENÇAS RESPIRATÓRIAS: AS SOLUÇÕES DA HOMEOPATIA

 

Caldo

Quando se está com gripe, a recomendação médica é que se mantenha hidratado. «Um caldo claro é quente e calmante, tornando-se numa ótima fonte de hidratação quando se está doente, especialmente se tiver uma dor de garganta», explica Allonen.

 

A perda de sabor é comum numa situação clínica deste género. Assim, como acontece com qualquer intensificador de sabor, o sal é ótimo para fazer com que se tenha vontade de comer mais, explica a nutricionista. «Pode achar que o sal adicionado e outros temperos não são recomendáveis, mas com moderação esses temperos podem ajudar a combater a sensação de paladar maçante», explica. Para quem tem restrições de sódio, deverá consumi-lo com moderação.

 

Frango

Esta carne está repleta de proteína que ajuda a fortalecer o sistema imunitário. É também uma boa fonte de vitaminas e minerais, como as vitaminas B, que aumentam a imunidade e ajudam a regular a digestão. «O frango também é rico em triptofano, que ajuda o corpo a produzir serotonina que pode melhorar o humor e dar a sensação de ‘conforto’ que ajuda a tornar a canja de galinha numa verdadeira comida de conforto», diz Allonen.

 

VEJA TAMBÉM: GUIA DE SOBREVIVÊNCIA A CONSTIPAÇÕES E GRIPES

 

Massa

A massa na sopa não está lá apenas para decorar. Rica em hidratos de carbono, ajuda a saciar e a completar a sensação de plenitude. «Os hidratos de carbono são a fonte preferida de energia para o seu corpo, por isso, obter uma boa dose através da sopa pode ajudá-lo a sentir-se menos mole», diz Allonen.

 

Legumes

Os bocadinhos de cenoura ou cebola que encontra a boiar na canja são uma grande fonte de vitaminas C e K, bem como de outros antioxidantes e minerais.  Não só ajudam a construir um sistema imunológico saudável para combater os vírus, mas também ajudam o corpo a se recuperar da doença mais rapidamente», diz Allonen. As cenouras também são ricas em betacaroteno e podem ajudar a reduzir os sintomas devido às suas propriedades anti-inflamatórias.

 

Vapor

Este não é um ingrediente que se adiciona ao caldo, mas tem um papel crucial nesta fórmula infalível. A canja deve servir-se bem quente. O vapor quente que vem do prato pode ajudar na redução da congestão nasal. «O vapor pode abrir as vias aéreas, facilitando a respiração. Ele também tem um leve efeito anti-inflamatório que pode ajudar a relaxar os músculos e a aliviar os desconfortos dos sintomas da gripe ou da constipação», finaliza Allonen.

 

Artigo anterior

Voluntariado depois dos 40 anos com benefícios comprovados

Próximo artigo

Quer um vestido da Carolina Patrocínio ou uma gravata do Manuel Luis Goucha? Vá ao Amoreiras no sábado