Home»FOTOS»População de abelhas caiu para metade em alguns países europeus

População de abelhas caiu para metade em alguns países europeus

Comité de Agricultura do Parlamento Europeu propõe medida urgente para aumentar em 50% o apoio a apicultores e a proteção das colónias de abelhas na União Europeia. A polonização é responsável pelo sucesso produtivo de 84% das plantas e de 76% dos alimentos na Europa.

Pinterest Google+

A população de abelhas na Europa está a diminuir e já caiu para metade em alguns países europeus, alerta o Comité de Agricultura do Parlamento Europeu, que ontem aprovou um documento com diversas medidas para reverter este cenário e que irá ser apresentado ao Parlamento Europeu na sessão plenária de 28 de fevereiro.

 

Vai assim ser proposto um aumento de 50% nos apoios a apicultores e proteção das colónias de abelhas da União Europeia. Também se propõe a proibição de pesticidas nocivos e mais investimentos para desenvolver alternativas saudáveis. Outra linha prende-se com o desenvolvimento de um plano de ação para combater a mortalidade das abelhas e ainda medidas para suspender as importações de mel falsificado.

 

VEJA TAMBÉM: A FORÇA DO MEL E DA CANELA JUNTOS: FACTO OU FICÇÃO?

 

O Comité alerta também para o facto de cerca de 84% das espécies de plantas e 76% da produção de alimentos na Europa depender da polinização. De acordo com o Instituto Nacional Francês de Pesquisa Agrícola, a mortalidade das abelhas, se não for tratada, pode custar 150 mil milhões de euros em todo o mundo.

 

A União Europeia importa cerca de 200 mil toneladas de mel por ano, ou seja, 40% do que consome. Em 2015, o mel importado era, em média, 2,3 vezes mais barato do que o mel produzido na UE. Porém, os testes realizados pelo Centro Comum de Investigação da Comissão Europeia mostraram que 20% das amostras colhidas nas fronteiras externas da UE ou nas instalações dos importadores não respeitavam os padrões da EU, refere o Comité. Os maiores exportadores de mel para a UE são a China, Ucrânia, Argentina e o México.

 

VEJA TAMBÉM: NATUREZA TERAPÊUTICA: 15 PLANTAS QUE VÃO MELHORAR A SUA VIDA

 

Os Estados-Membros da UE também devem fazer mais para informar o público, especialmente as crianças, sobre os benefícios de comer mel e os usos terapêuticos dos produtos de abelhas, insistem os parlamentares.

 

Veja agora, na galeria acima, os benefícios do pólen de abelha para a saúde, conhecido por ser um superalimento.

 

Artigo anterior

Nova plataforma dá descontos em hotéis de luxo em Portugal

Próximo artigo

Substituições inteligentes que emagrecem