Home»GLAMOUR»BELEZA»Playboy faz história ao nomear uma Playmate transgénero pela primeira vez

Playboy faz história ao nomear uma Playmate transgénero pela primeira vez

A edição de novembro/dezembro da revista americana será um marco nos 64 anos da publicação, não só por abrir as suas páginas à liberdade de género, mas também por celebrar nessa edição o legado do seu criador, Hugh Hefner, falecido no passado mês de setembro.

Pinterest Google+

A edição de novembro da Playboy faz história ao ser a primeira vez que a conhecida revista americana escolhe uma modelo transgénero para Playmate do mês, em 64 anos de história.

 

‘Conheçam a vossa Playmate de novembro de 2017, Ines Rau». É assim que a Playboy apresenta a modelo francesa, de 26 anos, cujas imagens vão colorir a edição de novembro/dezembro da revista.

 

«Sou defensora de todos os que têm medo de serem quem são, porque receiam ser julgados ou rejeitados. Eles devem ser capacitados pelas suas diferenças e não serem o que a sociedade diz que devem ser», comenta Ines Rau em entrevista à revista.

 

Veja também: Uma vez Playmate, sempre Playmate: o antes e depois

 

A modelo comenta ainda que a nudez não deve ser tabu e revela: «A nudez significa muito para mim, uma vez que passei por uma transição para chegar aonde eu queria. A nudez é uma celebração do ser humano sem todo o excesso. Não se trata de sexualidade, mas da beleza do corpo humano, masculino ou feminino».

 

Rau vai ser um marco na publicação na mesma edição que presta tributo ao seu criador, Hugh Hefner, falecido no passado mês de setembro.

 

 

Artigo anterior

TheBeer Call junta especialistas, profissionais e apaixonados por cerveja em Lisboa

Próximo artigo

De bruxa a vampiro: ideias para se mascarar neste Halloween