Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Plataforma inovadora vai ajudar portugueses e profissionais de saúde a terem acesso a informação clínica credível

Plataforma inovadora vai ajudar portugueses e profissionais de saúde a terem acesso a informação clínica credível

Os Sistemas de Apoio à Decisão Clínica vão agregar informação baseada na mais relevante evidência científica. O projeto, «inovador no mundo», vai ficar disponível online logo no início do ano.

Pinterest Google+

No dia 1 de janeiro de 2019 será lançada uma plataforma online inovadora que vai agregar informação clínica credível destinada a todos os profissionais de saúde do Serviço Nacional de Saúde e à qual todos os portugueses também terão acesso. A data foi avançada por António Vaz Carneiro, coordenador do projeto, no decorrer do Congresso das Farmácias, que decorreu no passado fim de semana, em Lisboa.

 

Denominada Sistemas de Apoio à Decisão Clínica (SADC), a nova plataforma visa a disponibilização online e gratuita de informação internacionalmente reconhecida como estando baseada na melhor e mais relevante evidência científica. Estes sistemas têm como principal objetivo fornecer informação aos profissionais de saúde, nomeadamente aos médicos, que permita uma tomada de decisão clínica mais informada e baseada na melhor evidência científica disponível. Mas é a abertura ao público que torna este projeto «revolucionário».

 

VEJA TAMBÉM: ESTUDO MOSTRA QUE MAIS DE DOIS TERÇOS DA POPULAÇÃO PORTUGUESA TEM DEFICIÊNCIA DE VITAMINA D

 

«Vai haver um antes e um depois deste projeto. Vai estar aberto aos 10,5 milhões de portugueses e isto vai ser revolucionário em Portugal», comentou o coordenador do SADC na sua apresentação, adiantando que «não existe em nenhum país do mundo» uma plataforma de acesso universal.

 

Todos os dias são publicados 7000 artigos médicos. Como não há tempo para ler tudo, este sistema vai ser revolucionário ao dar resposta à maioria das perguntas terapêuticas em menos de 90 segundos, adiantou. «Com este sistema, o problema do fluxo de informação clínica de alta qualidade fica resolvido», sintetizou.

 

António Vaz carneiro adiantou também que vai ser constituído um conselho científico com representação de todos os profissionais de saúde para dar apoio ao projeto. Este é um projeto da Ordem dos Médicos totalmente financiado pelo Ministério da Saúde.

 

Artigo anterior

Proteja-se com estes 25 amuletos da sorte

Próximo artigo

A importância das inspeções domésticas