Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Plataforma Airbnb revela as melhores cidades LGBTQ e Lisboa está entre as eleitas

Plataforma Airbnb revela as melhores cidades LGBTQ e Lisboa está entre as eleitas

A plataforma de viagens identificou os principais destinos do mundo para uma celebração do Orgulho LGBTQ este ano. O estudo analisou 100 cidades e descobriu quais se saíram melhor em cinco categorias diferentes. Lisboa é o 6º destino do ranking europeu e o 13º a nível global.

Pinterest Google+

Vencedor Geral: Nova Iorque

Quando se trata do pacote completo, Nova Iorque surge como o vencedor geral do estudo. A Big Apple não só oferece uma das maiores celebrações do Orgulho, como também uma agitada vida noturna, um ambiente de encontros movimentado, igualdade no casamento e estatísticas impressionantes da Airbnb: a cidade que desencadeou o movimento Orgulho Gay após os tumultos de Stonewall vai receber mais de 27.000 hóspedes que usam a Airbnb durante a Pride Week. A seguir nesta categoria, por ordem de classificação, estão as cidades de Londres, Madrid, São Francisco, Paris, Berlim, Toronto, Chicago, Los Angeles e Amsterdão.

 

Vencedor da categoria Encontros: Londres

Tradicionalmente uma meca para viajantes LGBTQ, não é nenhuma surpresa que Londres tenha liderado o ranking na categoria Encontros. Usando números partilhados com a Airbnb pelo Tinder em maio deste ano, a plataforma descobriu que a capital britânica tem o maior uso per capita de perfis LGBTQ no Tinder em todo o mundo. A seguir nesta categoria, por ordem de uso do Tinder, estão Nova Iorque, Chicago, Montreal, Berlim, Madrid, Los Angeles, Paris, Sydney e São Francisco.

 

VEJA TAMBÉM: ACONTECEU O PRIMEIRO BEIJO GAY NUMA ANIMAÇÃO DA DISNEY

 

Vencedor da categoria Vida Noturna: Nova Iorque

Ao analisar o número de discotecas e bares LGBTQ, a cidade de Nova Iorque é também um dos principais destinos nesta categoria, revela a plataforma. A cidade que nunca dorme é seguida de perto neste ranking, respetivamente, por Los Angeles, Tóquio, Berlim, Madrid, Londres, Cidade do México, Paris, São Francisco e Barcelona.

 

Vencedor da categoria Orgulho: São Paulo, Brasil

Em termos de números absolutos de pessoas que participam nas celebrações do Orgulho, São Paulo lidera o ranking nesta categoria. Aproximadamente três milhões de visitantes estiveram presentes nas comemorações do ano passado. A seguir surgem as cidades de Toronto, Nova Iorque, Madrid, Londres, São Francisco, Chicago, Colónia, Houston e Paris.

 

VEJA TAMBÉM: ALEMANHA: FESTIVAIS E CELEBRAÇÕES IMPERDÍVEIS NESTE VERÃO

 

Vencedores (Conjuntos) da categoria Igualdade no Casamento: Amsterdão, Roterdão & Utrecht, Holanda

Na Holanda, o casamento entre pessoas do mesmo sexo foi legalizado em 2001, tornando-se no primeiro país do mundo a fazê-lo. Isto coloca as cidades de Amsterdão, de Roterdão e de Utrecht, juntas, na primeira posição. Os holandeses abriram o caminho, mas estes países e respetivas cidades seguiram-nos no ranking pouco tempo depois: Bruxelas e Antuérpia, Bélgica (janeiro de 2003); Toronto, Canadá (junho de 2003); Vancouver, Canadá (julho de 2003); Montreal, Canadá (março de 2004); Boston, EUA (maio de 2004); Calgary, Canadá (julho de 2005); Espanha (julho de 2005); Cidade do Cabo, Joanesburgo e Durban, África do Sul (novembro de 2006); Oslo e Bergen, Noruega (janeiro de 2009).

 

Vencedor da categoria Viajar: Londres

Para esta categoria, a plataforma analisou as cidades que tiveram o maior crescimento ano a ano na chegada de hóspedes que utilizaram a Airbnb durante as comemorações do Orgulho. A plataforma identificou também as cidades que têm o maior número de Experiências LGBTQ disponíveis na plataforma Airbnb e onde pode encontrar Guias da Airbnb com o maior número de dicas para viajantes LGBTQ. A cidade de topo neste ranking é Londres, seguida por Los Angeles, Nova Iorque, São Francisco, Tóquio, Paris, Montreal, Amesterdão, Berlim e 10. Barcelona. Destaque ainda, nesta categoria, para a cidade de Lisboa, que surge como o 6º destino europeu e o 13º do mundo a registar o maior crescimento de hóspedes a utilizar a Airbnb durante o mês dedicado ao Orgulho.

 

* Pesquisa realizada pela ABCD em maio de 2018. Para este estudo a ABCD analisou mais de 100 cidades e empregou uma metodologia diferente para cada categoria. Pode aceder à lista das metodologias, aqui. Todas as experiências e alojamentos abordadas neste comunicado destinam-se apenas a inspirar e ilustrar. A Airbnb não recomenda ou sugere estes anúncios ou quaisquer outras Experiências e alojamentos disponíveis na sua na plataforma.

 

 

Artigo anterior

Afinal, são os genes que influenciam os enjoos das grávidas e não as hormonas

Próximo artigo

Estilistas portugueses recriam coletes da Médicos do Mundo