Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Pintor surrealista português de 96 anos expõe na Figueira da Foz

Pintor surrealista português de 96 anos expõe na Figueira da Foz

Ao todo, 77 anos de carreira de Artur Cruzeiro Seixas estarão patentes ao público de 29 de abril a 4 de junho na galeria ‘O Rastro’.

Pinterest Google+
PUB

Com 96 anos, o nome maior do surrealismo português continua no ativo e regressa às exposições este mês com a mostra “Cruzeiro Seixas, de 1940 a 2017”, na galeria ‘O Rastro’, na Figueira da Foz, a inaugurar no próximo dia 29 de abril, pelas 18h.

 

Passados oito anos da sua última exposição, este projeto surge aquando do lançamento do livro ‘Arte Portuguesa no Século XX, Uma História Critica’, de Bernardo Pinto de Almeida, na qual se evidencia o «lugar central de Artur Cruzeiro Seixas» no panorama artístico português.

 

«Nascido em Lisboa em 1920, Artur Cruzeiro Seixas foi um dos artistas que mais intensamente marcaram os ainda pouco estudados caminhos do Surrealismo português», explica Bernardo Pinto de Almeida, um dos mais conceituados críticos de arte da atualidade.

 

Veja também: Vídeo: Sabe reconhecer a nova nota de 50 euros?

 

A exposição – organizada em parceria com a empresa ARTVIEW – estará patente até ao dia 4 de junho e revelará alguns dos últimos trabalhos do artista, assim como colagens, objetos, desenhos, têmperas e guaches criados ao longo dos seus 77 anos de carreira.

 

De salientar ainda que Cruzeiro Seixas é também um reconhecido poeta e foi programador artístico, com exposições realizadas em Portugal, Paris, Bruxelas, Londres, Chicago, Amesterdão, Montreal, Espanha, Brasil, Alemanha, República Checa e México.

 

Em 2009, foi condecorado pelo Presidente da República com o título de Grande-Oficial da Ordem Militar de Santiago de Espada.

 

 

Artigo anterior

Família indonésia cria bolos de casamento com sete metros de altura

Próximo artigo

Relações sociais podem ser mais impactantes no sucesso escolar que as condições académicas