Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Pessoas altruístas têm uma vida sexual melhor

Pessoas altruístas têm uma vida sexual melhor

Não se sabe se é uma questão de karma ou não, mas a verdade é que este estudo sugere que as pessoas que se regem por valores e que zelam pelo bem do próximo são recompensadas a nível sexual.

Pinterest Google+
PUB

As pessoas altruístas são mais atraentes para o sexo oposto e, consequentemente, têm uma vida sexual mais ativa, de acordo com um estudo feito pela Universidade de Guelph e pela Universidade de Nipissin, ambas no Canadá.

 

O estudo, publicado no ‘British Journal of Psychology’, mostra que o altruísmo pode traduzir-se em sucesso de acasalamento na população ocidental, visto que esta característica possibilita a atração de mais parceiros sexuais.

 

Veja também: O que torna um homem atraente?

 

«Ao que parece, o altruísmo evoluiu na nossa espécie, em parte porque serve como um sinal de outras qualidades desejáveis subjacentes, o que ajuda na reprodução», diz Steven Arnocky, autor líder do estudo, ao ‘British Journal of Psychology’ e divulgado em comunicado.

 

Os investigadores entrevistaram cerca de 800 pessoas sobre os seus relacionamentos e questionaram a propensão para ajudar os outros, inclusive fazer doações para a caridade, doar sangue, ajudar estranhos na rua, entre outros.

 

Veja também: Estarei apaixonada?

 

Foram tidos em conta fatores como a idade e a personalidade, mas, ainda assim, as pessoas altruístas declararam mais sucesso na vida amorosa e sexual.

 

No entanto, embora o altruísmo seja uma qualidade entre ambos os sexos, «é um sinal mais eficaz para os homens do que para as mulheres», conclui Pat Barclay, um dos autores do estudo.

 

Estas conclusões suportam estudos anteriores sobre a partilha de comida por caçadores, que concluiu que homens que caçavam e partilhavam a comida verificavam mais sucesso a nível reprodutivo. Pesquisas anteriores também verificaram que homens e mulheres se sentiam mais atraídos por pessoas altruístas.

 

Artigo anterior

Esparguete de algas, a nova tendência de comida saudável

Próximo artigo

Venda de bens de luxo em segunda mão agora em Lisboa e no Porto