Home»FOTOS»Perder dinheiro pode provocar morte prematura

Perder dinheiro pode provocar morte prematura

Um estudo da Universidade de Michigan e da Universidade de Medicina de Northwestern, EUA, revela que uma grande perda financeira pode aumentar em 50% a probabilidade de morrer prematuramente. Os especialistas recomendam, assim, que os médicos tomem consciência das circunstâncias financeiras dos seus pacientes para entenderem se estão em risco.

Pinterest Google+

Um estudo, publicado no Journal of the American Medical Association, conclui que a perda significativa de dinheiro está associada a um maior risco de morte. Quando as pessoas perdem cerca de 75% da sua riqueza durante um período de aproximadamente dois anos, têm mais 50% de probabilidade de morrer nos próximos 20.

 

«Descobrimos que perder as poupanças de uma vida inteira tem um grande efeito na saúde a longo prazo», explica Lindsay Pool, autora do estudo e professora de medicina preventiva na Escola de Medicina Feinberg, da Universidade Northwestern, EUA.

 

VEJA TAMBÉM: COISAS DIVERTIDAS PARA FAZER SEM GASTAR DINHEIRO

 

Esta é, ao contrário do que se possa pensar, «uma questão penetrante» na sociedade. O período de testes, que durou cerca de 20 anos, mostrou que «mais de 25% dos americanos sofreram deste problema». E não afetava apenas as pessoas com poupanças e alguma riqueza, mas também pessoas com baixos rendimentos. Neste último grupo, o risco de mortalidade aumentou para 67%.

 

Segundo Lindsay Pool, o aumento do risco de morte pode ser explicado pela instabilidade da saúde mental e pelo facto de, devido à falta de dinheiro, não poderem recorrer a serviços de saúde quando necessário.

 

VEJA TAMBÉM: COMO RESOLVER PROBLEMAS DE DINHEIRO NO CASAL

 

Por esse motivo, «os médicos devem ter consciência das circunstâncias financeiras dos seus pacientes para entender se a sua saúde pode estar ou não em maior risco», finaliza.

 

Para evitar que sofra deste mal, deixamos-lhe algumas sugestões de poupança na galeria acima.

Artigo anterior

Quinta do Pisão, um passeio pela natureza às portas de Lisboa

Próximo artigo

Conheça os 10 hotéis mais… peculiares do mundo