Home»ATUALIDADE»ESPECIALISTAS»Pavlova de figos e pistácios

Pavlova de figos e pistácios

Hoje trago-vos uma receita com uma das minhas frutas favoritas, o figo.

Pinterest Google+
PUB

Os figos pingo de mel, comidos acabados de colher da árvore, são um dos maiores prazeres da vida para mim! Trazem-me memorias de infância, passada no Algarve em família.

 

O merengue da pavlova foi aromatizado com canela e por cima leva um creme de mascarpone e melaço de cana. São colocados depois os figos, um pouco de melaço e por fim os pistachos…. já estou a salivar só de me lembrar dos sabores e texturas!!!

 

Esta receita é OBRIGATÓRIA!!!

 

Curiosidades

Os figos são habitualmente consumidos frescos, secos, em calda ou em doce. Os mais conhecidos são de casca verde e de casca roxa.

 

Rico em fibras, vitaminas e minerais, este fruto ajuda a regular o trânsito intestinal e a prevenir doenças cardiovasculares.

 

Ajuda também a melhorar a aparência da pele, devido ao teor de antioxidantes, vitamina C e do complexo B.

 

VEJA TAMBÉM: SALADA DE ALPERCES ASSADOS, ESPINAFRES E QUEIJO FETA

 

Dicas

É muito importante não abrir o formo, senão a pavlova vai rachar com a diferença de temperatura.

 

Se não gostar de canela, basta de retirar do merengue.

 

Pode substituir os pistácios por outro fruto seco do seu gosto.

 

As folhas da figueira podem ser utilizadas para envolver os figos depois de colhidos, para durarem mais.

 

Podem também, depois de lavadas, ser utilizadas para fazer chá.

 

 

Para fazer esta pavlova, vai precisar de:

4 claras de ovo (+/- 120 g de claras)

100 g de açúcar em pó

100 g açúcar mascavado escuro

1 colher de chá (bem cheia) de canela em pó

1 pitada de sal

50 g de pistácios (sem casca)

6 figos

Para o creme de mascarpone:

200g queijo mascarpone

1 colher de sopa de melaço de cana

raspas de 1 lima

 

 

Modo de preparação

 

Começamos por colocar ao lume um tacho com água.

 

Juntamos as claras com a pitada de sal e os açúcares, numa taça que seja ligeiramente maior do que o tacho que tem a água, e mexemos bem.

 

Batemos em claras em banho-maria (sobre a água a ferver, mas sem tocar na água) por 3 a 4 minutos, só até os açucares de dissolverem e as claras começarem a criar um pouco de espuma.

 

Nesse momento retiramos da fonte de calor, e batemos até montar bem e arrefecer totalmente. Deve duplicar de volume e ficar um merengue bem firme e brilhante.

 

Ligamos o forno a 110ºC sem ventilação.

 

Numa folha de papel de forno desenhamos um círculo de 22cm de diâmetro, onde vamos colocar o merengue e fazer uma espécie de ninho, com a ajuda de uma colher ou espátula.

 

Levamos ao forno por 3 horas. Passadas as 3 horas, deixamos mais 2 a 3, com o forno apagado, até que arrefeça totalmente.

 

O tempo de forno dá para preparar tudo o que necessitamos para montar a pavlova!

 

Vamos com o creme de mascarpone, que basicamente é misturar os 3 ingredientes, até estarem bem integrados.

 

Descascamos os pistácios e partimos em pedaços.

 

Lavamos bem os figos e partimos às rodelas.

 

Agora é só montar a pavlova! Para isso barramos o creme na zona central da pavlova, dispomos os figos ao nosso gosto, colocamos um fio de melaço por cima e finalizamos polvilhando com pistácios.

 

Espero que desfrutem tanto como eu J

 

Bom fim-de-semana!

 

Veja AQUI o vídeo da receita.

 

Artigo anterior

Como as redes sociais estão a influenciar a busca da imagem ideal

Próximo artigo

Doenças transmitidas por mosquitos: os sinais de alerta e como se proteger