Home»FOTOS»Parlamento Europeu vai abolir plástico descartável das suas instalações

Parlamento Europeu vai abolir plástico descartável das suas instalações

Garrafas de água, talhares e outros itens de utilização única vão deixar de ser usados nas instalações do Parlamento Europeu a partir de 2019. A medida vem no seguimento do movimento da União Europeia em direção a uma economia circular de resíduos plásticos.

Pinterest Google+

No seguimento das preocupações globais com a poluição causada pelos plásticos, o Parlamento Europeu anunciou que vai abolir as garrafas de plástico e outros itens de utilização única feitos deste material das suas instalações.

 

O processo vai ser faseado e vem no seguimento do movimento da União Europeia em direção a uma economia circular de resíduos plásticos. A eliminação gradual terá início a partir de julho de 2019, respeitando as obrigações contratuais existentes.

 

VEJA TAMBÉM: GARRAFAS DE PLÁSTICO PODEM SER REUTILIZADAS TAL COM AS DE VIDRO

 

A decisão é a etapa final de um projeto que já viu a instalação de 166 fontes de água nos seus edifícios e a restrição da oferta de garrafas de água de plástico em reuniões com duração inferior a 1 hora e meia.

 

O presidente e 14 vice-presidentes do Parlamento (a Mesa) decidiram também eliminar progressivamente os copos de plástico, talheres e outros itens, substituindo-os por outros biodegradáveis ​​ou recicláveis. «Estou muito feliz que o Parlamento, com esta decisão, esteja a dar o exemplo na batalha pela redução dos resíduos de plástico», afirmou Heidi Hautala, vice-presidente responsável pelo EMAS (Sistema de Ecogestão e Auditoria), em comunicado.

 

Recorde-se que a ONU quer os olhos postos na poluição gerada pelos plásticos, para que se tomem medidas que revertam um problema que se prevê que duplique nos próximos 15 anos. Segundo a ONU, 10% da poluição gerada pelos humanos é de produtos de plástico, sendo que metade dos plásticos são utilizados uma única vez. E a disseminação de plástico é de tal ordem que 83% da água potável no mundo contém vestígios de partículas de plástico. Veja o impacto causado pelos plástico no mundo, revelados pela ONU, na galeria acima.

 

VEJA TAMBÉM: O QUE OS OCEANOS REPRESENTAM PARA A VIDA NA TERRA

 

Ao nível da Europa, já estão a ser tomadas algumas medidas para conter esta poluição. Até 2030, todas as embalagens de plástico no mercado da União Europeia deverão ser recicláveis, o consumo de objetos de plástico descartáveis será reduzido e a utilização intencional de microplásticos será restringida. Estas medidas fazem parte da primeira estratégia para resíduos de materiais plásticos, adotada pela Comissão Europeia a 16 de janeiro de 2018, e que se integra no processo de transição para uma economia mais circular.

 

Os europeus geram, anualmente, 25 milhões de toneladas de resíduos de plástico, das quais menos de 30 % são recolhidas para reciclagem. Os plásticos constituem 85 % do lixo encontrado nas praias de todo o mundo. Os plásticos chegam, inclusivamente, aos pulmões e à mesa de jantar dos cidadãos, sob a forma de microplásticos, que pairam no ar e se encontram na água e nos alimentos, sendo desconhecidas as suas implicações para a saúde.

Artigo anterior

Formas de resistir à pressão diária

Próximo artigo

Carne, peixe e arroz: os três melhores Sabores de Portugal são…