Home»FOTOS»Paris lança solução ecológica para urinar em público

Paris lança solução ecológica para urinar em público

Apesar de ser conhecida como a cidade da luz e do romance, Paris também é, muitas vezes, a cidade do xixi. As novas caixas instaladas nas ruas parisienses convertem urina em compostagem a ser utilizada em parques e conseguem absorver o cheiro desagradável.

Pinterest Google+

Para combater um problema de higiene decorrido de vontades fisiológicas (fazer xixi, portanto), a capital francesa instalou unidades de Uritrottoir perto da estação de Lyon, para que as pessoas possam urinar em público de uma forma mais civilizada e ecológica. Se o projeto correr bem, mais uniddes serão instaladas noutros pontos da cidade.

 

O Uritrottoir vem no formato de uma caixa grande com uma abertura na parte dianteira coberta com um indicador floral atrativo. O jardim em miniatura fica em cima de um recipiente fechado que contém palha seca, serradura ou aparas de madeira que, com o passar do tempo, é recolhido e transformado em composto para ser utilizado em parques e jardins. Além disso, o material orgânico tem um elevado teor de carbono, o que reduz o cheiro desagradável da urina. O designer da criação, Laurent Lebot, defende que o Uritrottoir permite a compostagem e a produção de fertilizante e, portanto, integra-se numa economia circular.

 

Veja também: Estâncias de ski para visitar na Europa

 

O produto vem em três tamanhos. Os projetistas estimam, com base numa média de 450ml por xixi, que o modelo maior absorverá a produção de cerca de 600 utilizadores, outro servirá 300 pessoas e o menor deverá ter a capacidade para conter urina de 300 pessoas. Revestido por uma pintura vermelha brilhante, cada caixa custa cerca de € 3000. Ambas estão equipados com um sistema de monitorização eletrónico que envia um sinal quando a palha embebida ou a serradura necessitam de ser recolhidas.

 

Veja também: Hotéis românticos para uma escapadinha em Portugal

 

Até à data, foram instalados dois Uritrottoir num dos mais notórios bairros públicos de Paris, perto da estação de Lyon, com o propósito de ampliar para outras estações e, possivelmente, ruas da cidade se for bem-sucedido.

 

«É um problema terrível para a SNCF (Sociedade Nacional dos Caminhos de Ferro)», afirmou Lebot ao canal de televisão francês LCI. «As pessoas que vão para casa depois de uma saída à noite aliviam-se antes de entrarem no comboio … Cheira mal e custa uma fortuna na limpeza. E os vizinhos queixam-se», conclui. Veja imagens de como funciona o sitema na galeria acima.

 

Artigo anterior

Namorado ou namorada, para que te quero?

Próximo artigo

Cidadãos europeus lançam iniciativa para proibir o glisofato