Home»ATUALIDADE»ESPECIALISTAS»Os pormenores que podem arruinar um bom momento de sexo

Os pormenores que podem arruinar um bom momento de sexo

Os distratores são poderosos inimigos de um estado pleno de entrega e recetividade do prazer. É a depilação que ficou por fazer, a barriga inchada dos últimos dias... Quando uma pessoa se sente insegura tem menos capacidade de receber e de se entregar ao prazer.

Pinterest Google+

Tudo o que possa retirar o foco do que se está a fazer é uma preocupação em qualquer área da vida, mas na cama assume contornos que podem ser preocupantes, pois o prazer tem tendência para aumentar em função da capacidade de rendição ao momento.

 

Estar no aqui e no agora é indispensável para ter sexo de qualidade. E se nos distraímos e somos traídos por pensamentos que nos tornam inseguros, está tudo estragado!

 

VEJA TAMBÉM: SALÃO ERÓTICO REGRESSA AO PORTO COM MAIS ESPETÁCULOS E EXPOSITORES

 

Olhar para o próprio corpo e recordar que a depilação não está feita, sentir que ao tocar-se a sua pele está em harmonia com o deserto, perceber que o seu estômago está dilatado devido à má alimentação dos últimos dias, fazer uma inspiração profunda e sentir um odor pouco fresco vindo das axilas… são, entre muitos outros, alguns dos fatores que fazem perder o foco. Estar em harmonia com o corpo é uma das condições para sentir segurança.

 

Como é natural, todos estes aspetos devem ser incluídos nas rotinas diárias, quer se pretenda fazer amor, nesse dia, ou não. Mas a realidade nem sempre é esta. Muitas vezes a forma descuidada com que se encara o corpo só se torna uma preocupação em situações de intimidade.

 

VEJA TAMBÉM: FANTASIAS SEXUAIS FEMININAS EVOLUEM COM A IDADE

 

O mau estar que estes aspetos podem gerar na vida sexual do casal vai depender de pessoa para pessoa e até mesmo de casal para casal. Em determinadas situações, estas questões estão de tal modo intrincadas que já não se consegue dizer se a pessoa se descuida e desmazela para não ser suficiente atrativa e desencorajar o(a) parceiro(a) ou se a sua autoestima está de tal modo afetada que não consegue recuperar o esmero e cuidado com o corpo.

 

Quanto menos se gosta menos se cuida e quanto menos se cuida menos se gosta. E esta situação aplica-se cada vez mais a homens e mulheres. Sim porque estas preocupações não afetam só as mulheres. Hoje há cada vez mais homens que tomam consciência da importância deste tipo de distratores relacionados com o próprio corpo.

Artigo anterior

Enigmas, mistério e chocolate: voltaram os Escape Dinners

Próximo artigo

Estudo: tóxicos em tapetes vendidos na Europa ameaçam saúde e ambiente