Home»BEM-ESTAR»SAÚDE»Os inconvenientes de roer as unhas

Os inconvenientes de roer as unhas

Chama-se onicofagia e é um vício que ao permanecer na idade adulta por tornar-se perigoso para a saúde. Está associada a episódios de ansiedade, nervosismo, stress, tédio ou até fome.

5
Partilhas
Pinterest Google+

Em casos mais graves, na origem deste hábito, podem estar disfunções psicológicas, emocionais ou até mesmo sociais. Nestes casos, é fundamental a intervenção de um médico especialista, assim como a terapia psicológica que auxilie na cessação deste hábito.

 

Independentemente do tratamento instituído é importante a educação da criança, assim como dos seus pais, irmãos e professores.

 

No tratamento da onicofagia em crianças, é muito importante numa primeira fase não proibir ou punir a criança, pois quando esta se apercebe que os pais conhecem o seu hábito vai focar-se e insistir nele. A repressão leva ao aumento da onicofagia e não ao seu abandono. Para abandonar este hábito, a criança deve estar motivada.

 

Veja também: Como melhorar a agilidade mental

 

De forma a alterar este comportamento, é necessário identificar que tipos de situações despoletam este hábito, se na sua origem estão estados de cansaço, ansiedade, depressão ou de outro tipo. Após identificar a situação, é necessário que, assim que exista um impulso de roer as unhas, sejam praticadas técnicas de relaxamento para frenar o desejo de levar a mão à boca.

 

Uma das técnicas mais utilizadas no controlo da onicofagia consiste na aplicação de um verniz de sabor amargo na unha, assim, quando a unhas são levadas à boca, surge um mau sabor e o impulso instantâneo de as retirar.

 

A onicofagia, apesar de aparentemente inofensiva, pode conduzir a algumas patologias, pelo que este hábito que vem muitas das vezes de tenra idade não deve ser descurado. Umas unhas saudáveis e cuidadas têm muito melhor aspeto do que umas unhas roídas e estragadas!

 

Ana Nunes

Farmacêutica

Artigo anterior

Os melhores hotéis com parque aquático do mundo (um é em Portugal)

Próximo artigo

As férias ideais para cada signo