Home»BEM-ESTAR»NUTRIÇÃO»Os diferentes tipos de magnésio e os seus benefícios para a saúde

Os diferentes tipos de magnésio e os seus benefícios para a saúde

O magnésio é um mineral essencial para o funcionamento adequado do organismo. Desempenha um papel fundamental numa variedade de processos biológicos vitais.

Pinterest Google+
PUB

O magnésio é um mineral essencial para o bom funcionamento do nosso organismo. Desempenha um papel essencial numa série de processos biológicos, incluindo a regulação da pressão arterial, a função muscular, a saúde dos ossos e dentes, o metabolismo energético e a síntese de proteínas, entre outros.

 

Embora o magnésio possa ser obtido através de uma dieta equilibrada, muitas pessoas não conseguem atender às suas necessidades diárias apenas com a alimentação. Nesses casos, a suplementação de magnésio pode ser uma opção viável. No entanto, é importante destacar que a escolha do tipo certo de magnésio e a dosagem adequada devem ser feitas com base em aconselhamento especializado, levando em consideração as necessidades individuais de cada pessoa.

 

VEJA TAMBÉM: CINCO ALIMENTOS PARA CONSEGUIR UM BRONZEADO NATURAL

 

Alguns alimentos ricos em magnésio são:

  • As sementes de abóbora são uma excelente fonte de magnésio, contendo cerca de 535 mg de magnésio por 100 gramas de sementes.
  •  O espinafre é um vegetal rico em magnésio, contendo cerca de 87 mg de magnésio por 100 gramas de espinafre cozido.
  • As amêndoas são uma fonte saudável de magnésio, contendo cerca de 270 mg de magnésio por 100 gramas de amêndoas.
  • A quinoa é um pseudocereal que contém boas quantidades de magnésio, com cerca de 120 mg de magnésio por 100 gramas de quinoa cozida.
  • As bananas são uma boa fonte de magnésio, contendo cerca de 27 mg de magnésio por 100 gramas de banana.

 

Existem vários tipos de suplementos de magnésio disponíveis no mercado, cada um com as suas características específicas. Abaixo, apresentamos alguns dos tipos mais comuns e respetivos benefícios para a saúde:

 

Óxido de Magnésio

É uma forma comumente utilizada de suplemento de magnésio. Apesar de ter uma alta concentração de magnésio elementar, sua absorção pelo organismo é relativamente baixa. No entanto, o óxido de magnésio pode ser útil para pessoas com obstipação, pois possui propriedades laxativas.

 

Citrato de Magnésio

É uma forma de magnésio que é bem absorvida pelo organismo. É especialmente útil para pessoas com problemas de digestão, pois não requer uma acidez estomacal elevada para ser absorvido. Além disso, o citrato de magnésio tem propriedades alcalinizantes, o que pode ser benéfico para equilibrar o pH do corpo. Pode ajudar na saúde cardiovascular, relaxamento muscular e alívio do stress.

Glicinato de Magnésio

É uma forma altamente absorvível de magnésio, devido à sua ligação com o aminoácido glicina. O glicinato de magnésio é suave para o estômago e não possui efeitos laxativos. É uma boa opção para pessoas com sensibilidade gastrointestinal. Pode ser útil para melhorar o sono, reduzir a ansiedade e o stress, promover a saúde mental e ajudar no relaxamento muscular.

 

Taurato de Magnésio

Essa forma de magnésio é uma combinação do mineral com o aminoácido taurina. Pode ser benéfico para a saúde cardiovascular, ajudar na regulação do açúcar no sangue, apoiar a saúde cerebral e melhorar o funcionamento dos músculos e nervos.

 

Treonato de Magnésio

É uma forma relativamente nova de magnésio que mostra potencial para atravessar a barreira hematoencefálica e fornecer benefícios ao cérebro. Estudos preliminares sugerem que o treonato de magnésio pode melhorar a função cognitiva e a memória.

 

Magnésio malato

É uma forma de magnésio ligada ao ácido málico. Pode ser benéfico para aumentar a energia e reduzir a fadiga, além de ajudar na saúde muscular e aliviar dores e desconfortos.

 

É importante ressaltar que, embora os suplementos de magnésio possam trazer benefícios à saúde, eles não são uma solução milagrosa para todos os problemas. A suplementação deve ser considerada como parte de uma abordagem global para a saúde, incluindo uma dieta equilibrada, exercícios físicos regulares e hábitos de vida saudáveis.

 

 

Artigo anterior

Da dieta vegetariana à flexitariana: como reduzir a proteína animal

Próximo artigo

Truques para tratar cabelos finos