Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Oceanário de Lisboa leva-o a ver os golfinhos no Tejo

Oceanário de Lisboa leva-o a ver os golfinhos no Tejo

Do aquário para a liberdade, agora pode saber mais sobre os golfinhos que visitam o Tejo, numa visita de barco explicada por um biólogo marinho.

Pinterest Google+
PUB

O Oceanário propõe uma nova experiência: observar golfinhos no Tejo, num passeio de barco. Numa parceria inédita com a Terra Incógnita, pode agora explorar a vida selvagem marinha ao largo de Lisboa.

 

Lisboa é a única capital europeia onde se podem observar golfinhos em meio selvagem. O Oceanário de Lisboa e a Terra Incógnita associaram-se para proporcionar uma experiência surpreendente, que dará a conhecer a riqueza da foz do rio Tejo, acompanhado por um biólogo marinho, que não deixará escapar nenhuma curiosidade.

 

Neste passeio, além da oportunidade de ver golfinhos de perto, poderá ainda observar uma enorme biodiversidade, como gansos-patolas, andorinhas-do-mar, corvos-marinhos e por vezes até tubarões. Saiba ainda como pode contribuir para proteger as espécies que habitam nesta fronteira entre o rio e o mar.

 

VEJA TAMBÉM: RECOLHA DE RESÍDUOS ELETRÓNICOS E PILHAS AJUDA NA PRESERVAÇÃO DOS GOLFINHOS NO TEJO

 

Visita completa: Rio +  Oceanário

A visita na lancha, acompanhada por um biólogo marinho, terá o custo de 48€ por criança (6-12 anos) e 60€ por adulto (+13 anos) e dura cerca de 2h30.

 

Mas se a foz do rio Tejo é o primeiro encontro com o Atlântico e a sua vida selvagem, a visita ao Oceanário de Lisboa completa a experiência com um «mergulho» no oceano global, com mais de 500 espécies marinhas.

Se optar por um programa mais completo, com observação de golfinhos, visita ao Oceanário de Lisboa e oferta de uma T-Shirt #SeatheFuture, o custo é de 67€ por criança (6-12 anos) e 87€ por adulto (+13 anos).

 

A experiência de observação de Golfinhos no Tejo é a proposta ideal, não só para levar a família a ver estes icónicos animais, como também para conhecer os segredos da foz do Tejo e de tantas espécies de aves marinhas que visitam o maior rio de Portugal.

 

Mais informações em oceanario.pt

 

Artigo anterior

Malditas insónias... explicadas pela medicina chinesa

Próximo artigo

Está a pensar mudar de carreira?