Home»ATUALIDADE»EDITORIAL»O verão e os gelados

O verão e os gelados

Eu devo pertencer à mínuscula percentagem de 0,0001% da população portuguesa que não liga nada a gelados.

Pinterest Google+
PUB

Deve passar um verão inteiro e eu como dois gelados. Verdade. Nem é por questões de cuidados com a alimentação, porque os gelados até podem fazer parte de uma alimentação saudável.

 

A maioria das pessoas acredita que os gelados são sinónimo de gordura, mas não tem necessariamente de ser assim. O segredo está na sua composição, e também na qualidade nutricional dos seus ingredientes. É preciso é saber escolher. E pessoas informadas, como são os nossos queridos leitores, sabem bem o que escolher. Nós sabemos disso.

 

Aqui na Mood, gostamos de falar de gelados, essa iguaria que agrada a tudo e todos e cada vez mais. É que o mundo inteiro está a comer cada vez mais gelados. Por ano, vendem-se 13 mil milhões de litros de gelado no mundo, segundo a consultora Mintel. Um número que vai aumentar, porque este doce de verão predileto do mundo ocidental surge em cada vez mais formatos e sabores e está também a conquistar fãs a oriente.

 

As novas tendências alimentares também se expressam no consumo de gelados. Diz a Mintel que experiências de gelados sem leite estão a crescer. A opção vegana aumentou de 2% em 2014 para 3% em 2015 e para 4% em 2016, sendo a Europa responsável por 59% de todos os lançamentos em 2016. Isto porque muitos consumidores estão a reduzir o consumo de produtos lácteos.

 

Nada que nos surpreenda, a nós que acompanhamentos as tendências alimentares. Já agora, experimente esta nossa receita de gelado de banana e manga vegan. Ou então uma receita própria aqui da vossa amiga: batido de banana com gelado de baunilha (sim, porque só gelado não é bem a minha praia, como já vos disse).

 

Posto isto, querido leitor, perguntamos-lhe: já sentiu o seu cérebro a congelar quando come um gelado? É que o ‘congelamento cerebral’ existe e acontece quando ingerimos algo muito gelado que toca em muitas terminações nervosas em simultâneo na parte posterior do palato. Uma neurologista americana alerta para os perigos da ingestão rápida de alimentos ou bebidas geladas. é dor de cabeça na certa e, às tantas, pensa que apanhou sol a mais. Foi do gelado!

 

Mas não deixe de aproveitar o verão e deliciar-se com o doce predileto do verão. Aliás, descontraia um bocadinho e saiba até qual o gelado perfeito para cada signo. Tendo em conta as características genéricas de cada signo, escolhemos os sabores que mais se identificam com cada personalidade. Veja se concorda.

 

E é isto. O verão vai a meio. Deliciem-se. Boa semana.

Artigo anterior

Feito em ouro e diamantes, este é o spinner mais caro do mundo

Próximo artigo

Homens vítimas de agressão sexual sofrem tanto como mulheres