Home»BEM-ESTAR»CORPO»O ritmo certo do coração e a nossa saúde

O ritmo certo do coração e a nossa saúde

É através do ritmo circadiano da terra que o nosso corpo cumpre com todos os ritmos fisiológicos, psicológicos e bioquímicos que influenciam a nossa saúde.

Pinterest Google+

O movimento de rotação da Terra em torno do seu eixo central estrutura toda a vida do planeta. É este movimento que nos dá o dia e a noite e que nos confere um padrão de vida, o qual nos permite trabalhar, dormir, descansar, comer e agir em pleno de todas as nossas capacidades humanas.

 

E é através do ritmo circadiano da terra que o nosso corpo cumpre com todos os outros ritmos fisiológicos, psicológicos e bioquímicos que influenciam a nossa saúde.  Estamos em maio, mês do nosso calendário em que se assinalam os cuidados preventivos da saúde cardíaca para que tenhamos sempre um coração saudável e uma vida longa e com bem-estar.

 

Para isso é importante ter uma irrigação sanguínea regular. Nenhum órgão do corpo poderá funcionar bem sem um coração saudável. O nosso coração age como uma bomba muscular poderosa que impulsiona o movimento do sangue onde é transportado o oxigénio e os alimentos. E é também através deste impulso cardíaco que o corpo elimina as toxinas que circulam no sistema linfático. A linfa precisa do coração para circular ou terá de ser estimulada manualmente.

 

Nele circulam por dia cerca de trinta litros ao longo de cada ano da nossa vida. Está provado que a saúde do coração depende de um corpo e mente tranquilos. O doente cardíaco vive em competição consigo próprio e com o universo ao seu redor. São por norma pessoas exigentes que vivem em permanente tensão e normalmente trabalham muitas horas, alimentam-se mal, dormem pouco, são perfeccionistas e incapazes de se descontraírem.

 

Como fazer então para proteger este órgão tão importante de forma a estar saudável? Com prevenção, este é o caminho adequado para mantermos uma visa harmoniosa. Através dos cuidados primários de saúde podemos reduzir e até impedir que se desenvolvam doenças crónicas.

 

A alimentação é a base principal de um corpo e mente sãos. Depois seguem-se uma boa hidratação, atividade física, e descanso adequado. Manter o coração saudável deve ser uma prática que se adquire desde a infância e deveria ser explicado em todas as escolas do ensino primário.

 

O segredo passa por consumir alimentos de gordura saudável (peixes, oleaginosas e aves), antioxidantes (vermelhos, roxos e amarelos), que estimulem o oxigénio (verdes e brancos), praticar 1 hora de caminhada diária ou outro exercício de manutenção, beber cerca de 1,5litros de água ao longo do dia e repousar cerca de 8 horas seguidas.

 

Quando chegamos à idade adulta, a vida do quotidiano e as responsabilidades profissionais e familiares, causam na maior parte das populações alterações de hábitos de boas práticas de saúde e bem-estar. Torna-se por isso cada vez mais necessário que através da sensibilização das organizações empresariais sejam criadas práticas de informação sobre saúde preventiva e de qualidade de vida. Este é o caminho para que toda a nossa vida seja feita de forma sustentável, enquadrada no ritmo certo do planeta terra que habitamos.

Artigo anterior

Pés ao léu: saiba como tratar calos e calosidades

Próximo artigo

Quarentena, o cocktail que brinda à resiliência dos portugueses