Home»FOTOS»O que comer na praia? Faça a lancheira certa

O que comer na praia? Faça a lancheira certa

Muitos pessoas têm dúvidas acerca do que comer nestes dias de praia, acabando por cair em excessos alimentares. Este artigo vem recordar alguns conceitos, mitos e erros frequentes.

Pinterest Google+

Nas férias, os dias de praia parecem ser longos e extenuantes. Contudo, a maioria de nós não gasta mais calorias do que num dia normal, a não ser que esteja bastante ativo e pratique desporto. Pelo contrário, é provável que passe mais tempo sentado ou deitado (na toalha).

 

Ainda assim, é comum ver-se grandes geleiras e petiscos constantes de alimentos muito calóricos: sanduiches variadas, batatas fritas, doces, bolachas, gelados, sumos, etc. Ou seja, tudo o que faz o peso aumentar, logo quando a exposição do corpo é máxima e todos queremos estar em forma.

 

Consulte a galeria acima onde pode encontrar conselhos para que faça uma alimentação saudável e sem excessos na praia.

 

VEJA TAMBÉM: GELADOS: JÁ SENTIU O CÉREBRO A CONGELAR?

 

Os erros do verão

Por outro lado, no verão, existem “erros” quase obrigatórios. Os gelados são um deles, que apesar de serem refrescantes e agradáveis, são ricos em gorduras e açúcares, apesar de já existirem versões light. Devem ser consumidos no máximo 2 a 3 vezes por semana, tendo em conta os seguintes critérios:

1) Escolha o mais pequeno, com base de leite, gelo ou fruta.

2) Se for gelado de bola coma apenas uma, ou seja, a que mais gosta! Da próxima vez pode escolher outro sabor.

3) Os ingredientes mais calóricos são as natas, caramelo, cacau, frutos secos e bolacha.

4) Evite adicionar toppings e granulados.

5) Os gelados devem ser ingeridos durante o dia, quando ainda está ativo e pode gastar essas calorias.

 

VEJA TAMBÉM: ALIMENTOS QUE BRONZEIAM: INDICAÇÕES DE UMA NUTRICIONISTA

 

A alimentação e a pele

Por fim, é também no verão, sobretudo na praia,  que se deve ter mais cuidados com a pele devido à exposição solar. Neste sentido, uma correta alimentação pode ser uma grande ajuda. Veja-se o caso da vitamina A ou mais especificamente do b-caroteno que aumenta a produção de melanina e contribui para um bronzeado mais bonito e duradouro.

 

As suas principais fontes são alimentos encarnados, laranjas e amarelos, como é o caso do damasco, cenoura, tomate, pimento, abóbora, beterraba, mamão, manga e batata-doce. Em quantidades menores, pode ser encontrado nos vegetais folhosos como couve, repolho, espinafre, agrião e brócolos.

 

Ainda relativamente à saúde da pele, a água é vital! Com as temperaturas elevadas as necessidades hídricas aumentam, pois há mais perdas através da sudação e respiração. Assim, o consumo de 1,5 litros a 2,0 litros é o ideal. Aproveite o sol para se alimentar de forma saudável, para praticar exercício e desfrutar da natureza.

 

Veja agora a galeria, no topo do artigo, onde pode encontrar conselhos para que faça uma alimentação saudável e sem excessos na praia.

Artigo anterior

Da pele ao coração: as múltiplas razões para comer papaia

Próximo artigo

Nove conselhos para umas férias ciberseguras