Home»ATUALIDADE»ESPECIALISTAS»O objetivo não é o orgasmo, mas o beijo!

O objetivo não é o orgasmo, mas o beijo!

Andamos a beijar pouco. Pode parecer utopia, mas é uma afirmação que compõe a maioria dos relatos de mulheres dos 25 aos 55 anos.

Pinterest Google+

O ser humano está cada vez mais focado na meta de chegar ao orgasmo e acaba por esquecer o quão importante é sentir, fluir e tocar nos lábios do outro com subtileza e carinho.

 

Os beijos são aquilo que se faz antes, durante e depois do sexo. Antes, tem um papel fundamental em criar a sinergia entre duas pessoas. Ao pensar sobre isso, lembrei-me de quando caminhava na relva em plena primavera de 1990, olhava o céu anil e, ao ouvir os cantos dos pássaros sentada na sombra da frondosa amendoeira, vieste tu, vestido de branco, seguraste nas minhas mãos e levantaste-me num repleto solavanco.

 

Veja também: Conhece o poder de um beijo?

 

A delicadeza dos teus lábios colados nos meus, sem mexer, sem estripulias, fez-me apreciar outra forma de prazer, sem seguir o padrão beijo + carícias + penetração + orgasmo. O sentir o teu corpo pelo simples toque dos lábios, conduziu-me a outras sensações que fizeram palpitar o coração.

 

Queremos muito e o mais rápido possível. Aproveitamos quase nada de algo completamente pleno e iniciador. Beijos molhados, secos, agressivos, sufocantes, de língua, sem língua, suaves, românticos, demorados, ligeiros e rápidos. Até o beijo na testa vale porque representa sinal de respeito!

 

Existem muitas dicas no meu canal do YouTube e nas minhas redes sociais. É só seguir!

Artigo anterior

Descoberto em Itália vinho com 6000 anos

Próximo artigo

Vacina para prevenir maioria dos cancros cervicais eficaz a longo prazo