Home»ATUALIDADE»ESPECIALISTAS»O Natal sem aquela pessoa especial

O Natal sem aquela pessoa especial

Dezembro traz consigo o Natal, os convívios em família, a partilha e a união. Mas a dor e a tristeza podem reavivar-se no Natal, quando à mesa há lugares vazios, lugares de pessoas que partiram.

Pinterest Google+
PUB

2021 foi provavelmente um dos anos mais desafiantes das nossas vidas. Repleto de mudanças, incertezas, medos e receios. Provavelmente nenhum de nós é mais a mesma pessoa, a realidade mudou. Mudaram-se e perderam-se vidas. A tristeza marcou alguns dos dias do calendário.

 

Dezembro traz consigo o Natal, os convívios em família, a partilha e a união. Mas a dor e a tristeza podem reavivar-se no Natal, quando à mesa há lugares vazios, lugares de pessoas que partiram.

 

Parece mentira que aquela pessoa que nos viu crescer, que tanto nos amou, não está cá, não está ali presente naquele momento.  Ensaia-se sorrisos para disfarçar a dor, diante de pessoas que aparentam felicidade, mas lidar com a ausência das pessoas amadas pode provocar uma tristeza avassaladora e inevitável. A intensidade do que sente contrasta com a felicidade aparente de todos ao seu redor, levando a que sinta uma certa estranheza e desconforto.

 

VEJA TAMBÉM: METADE DOS HOMENS ADMITE TER SINTOMAS DEPRESSIVOS NA ÉPOCA NATALÍCIA

 

Parece que o Natal perdeu a magia. As luzes, as árvores, os presentes, a comida, os convívios, tudo parece ter deixado de fazer sentido.

Mas não precisa de ser assim…

 

Deixo-lhe 3 dicas para que o Natal continue a ser especial…

1-Exprima as suas emoções

Muitos dos que perderam alguém próximo hesitam em falar o nome do seu ente querido. Não seja essa pessoa. Permita-se falar sobre o familiar, contar histórias, partilhar memórias.   Lembre-se, as memórias são a melhor garantia de imortalidade.

Permita-se chorar, as lágrimas são o produto da sua tristeza, mas não tenha receio de rir. Não sinta que é desrespeitoso rir. Fale sobre o que sente e ensaie estratégias para se sentir melhor.

 

2- Aceite apoio

Certo que o processo de luto é uma experiência única e íntima, mas não recuse o suporte dos outros.  Compartilhe os seus sentimentos com outras pessoas, muitas das vezes encontra na partilha o conforto que a ausência nega. Não precisa de falar, mas permita que os outros partilhem a dor consigo.

 

3- Evite a solidão

Tem o direito de recusar convites para vários eventos festivos neste momento, afinal não é fácil estar perto de outras pessoas que se sentem felizes, quando sente uma dor imensa. No entanto, não pode cair na teia do autobloqueio emocional e isolar-se. Rodeie-se de pessoas de quem gosta e que acrescentam na sua vida. Prometo que vai sentir-se melhor. O carinho e o amor são sempre ingredientes mágicos para ajudar no processo de resolução de qualquer situação menos boa.

 

Por fim, gostava de ter a receita mágica para a sua dor desaparecer, infelizmente essa não existe. Não há palavra certa, gesto ou presente que a elimine, mas tenho a certeza de que a sua atitude poderá mudar a forma como lida com a dor, gerindo-a e limitando o seu impacto.

 

Permita-se, por si, ter um Feliz Natal!

Artigo anterior

Gastroenterologista explica como evitar a azia na época natalícia

Próximo artigo

Os mercados de Natal mais fascinantes do mundo