Home»VIDA»CASA & FAMÍLIA»O meu cão não quer entrar dentro de água

O meu cão não quer entrar dentro de água

Em tempo de verão e férias, aproveitamos para passar mais tempo ao ar livre com o nosso cão. Podemos escolher um local onde o cão possa nadar e chapinhar. Existem imensos jogos que se podem fazer e, com o calor, de certeza que ele vai adorar!

Pinterest Google+
PUB

Algumas raças têm uma maior propensão natural para serem bons nadadores, mas há raças que, pela sua morfologia e volume, tendem a ter bastante dificuldade para se manter à superfície da água – como o Bulldog Inglês e o Bouledogue Francês, que são braquicéfalos (têm o focinho achatado), ou os Teckel e Corgi, que têm patinhas curtas.

 

No primeiro contacto do cão com o mar, rio, lago ou piscina, devemos observar se este se sente curioso e tem vontade de experimentar, ou se mostra medo.

 

Todo o processo deve decorrer de uma forma muito natural, nunca devemos forçar ou obrigar o cão, mas sim transformar o processo num jogo, para que ele entenda que nadar e brincar na água é divertido!

 

VEJA TAMBÉM: JOGOS PARA BRINCAR COM O NOSSO CÃO DENTRO DE CASA

 

Jogos e brincadeiras

Para estimular o cão a entrar e a brincar dentro de água podemos criar situações de jogos e brincadeiras, de preferência quando a maré estiver baixa e as ondas fracas.

 

Podemos chamá-lo para junto de nós e brincar a chapinhar. Normalmente os cães reagem correndo até à borda de água e fugindo de seguida, aventurando-se a entrar um bocadinho de cada vez. Um dia o cão irá entrar dentro de água e começar a nadar de uma forma natural.

 

Podemos atirar uma bola para ele ir buscar perto da água e, à medida que ele se sente mais confortável, ir atirando a bola para dentro de água.

Podemos também usar o brinquedo preferido dele para jogarmos ao tug (ele agarra numa ponta, nós na outra, e puxamos), e vamo-nos aproximando da água. Provavelmente ele vai estar tão divertido que nem vai notar que está a ficar com as patas molhadas.

 

Quando o cão se sentir completamente à vontade dentro de água podemos brincar com discos e brinquedos flutuantes, que o cão consiga abocanhar facilmente e trazer para a margem.

 

Um último conselho: é o cão que decide quando é a altura certa de entrar na água. Nunca o devemos obrigar, nem atirar para dentro de água. Divirtam-se!

 

 

 

Artigo anterior

Infertilidade inexplicada

Próximo artigo

Como usar o protetor solar de forma correta