Home»VIDA»SOCIEDADE»O fenómeno das youtubers em Portugal

O fenómeno das youtubers em Portugal

As gurus de beleza do Youtube nacionais começam a ganhar destaque na imprensa e atenção por parte das marcas, com os seus milhares de seguidores

Pinterest Google+

Aquelas mulheres que estão atentas ao mundo da beleza, com certeza já ouviram falar no nome de Inês Mocho. A jovem de 28 anos é, provavelmente, a youtuber de beleza portuguesa mais bem-sucedida no momento.

Mas, antes de mais, interessa perceber o que é exatamente uma youtuber. Tal como uma bloguer alimenta um diário em formato de blogue, uma youtuber alimenta uma página na famosa rede de partilha de vídeos. No campo da moda e beleza, as youtubers são um fenómeno há muito tempo lá fora. Agora, o público português parece estar mais atento ao Youtube e começa a preferir seguir as profissionais portuguesas.

Mas voltemos à Inês Mocho. A designer de comunicação despediu-se em 2009 para “abraçar o mundo da maquilhagem”. Enquanto fazia o curso em Portugal, lembrou-se de começar a partilhar o que aprendia em vídeo: “Em Portugal havia muito poucas partilhas no Youtube sobre maquilhagem, mesmo a nível profissional, enquanto internacionalmente havia imensas. Comecei com uma câmara na casa de banho apoiada no copo da escova de dentes, algo que hoje em dia é impensável.”

O canal cresceu e, hoje, Inês é seguida por 40 386 subscritores no canal com o seu nome. Mais do que os conteúdos, Inês destaca a ligação emocional que os seguidores estabelecem consigo, facto que a surpreendeu: “Há uma identificação com a temática da maquilhagem, somos mulheres, somos vaidosas, gostamos de nos sentir arranjadas e ter alguém a dar dicas do outro lado de uma câmara ajuda. A resposta foi positiva não só quanto ao tema mas também quanto à minha pessoa, eu sinto um apoio e carinho muito grande.”

As marcas e as agências de comunicação têm acompanhado o crescimento destes novos “opinion makers”: “Há 5 anos quando começava a falar com as marcas tinha muita dificuldade em explicar o que era ser uma youtuber, algumas pessoas desconheciam completamente o Youtube. Hoje em dias as coisas estão mais evoluídas, é uma área que tem estado a ganhar credibilidade e apoio das marcas, o que é fundamental.”

Quando questionada acerca do seu público, Inês explica que é a faixa etária “entre os 18 e os 24 que está mais receptiva a conteúdos desta natureza e neste formato, que ainda não é tão visível em outras faixas etárias, mais maduras.”

Mafalda Sampaio ou “A Maria Vaidosa”, de 24 anos, chegou ao Youtube apenas em agosto do ano passado e, em menos de um ano, angariou cerca de 18 mil seguidores. Sem formação profissional na área da maquilhagem, Mafalda explica que “esta paixão vem desde que era pequena e brincava com os acessórios e a maquilhagem da minha mãe”.

O sucesso do primeiro vídeo foi inesperado: “O primeiro vídeo que partilhei no Youtube foi a minha rotina de maquilhagem e, para minha surpresa, houve várias pessoas a ver, a gostar e a partilhar.” Daí até passar a dedicar-se a tempo inteiro ao canal passaram-se poucos meses: “É um projeto em que estou muito envolvida emocionalmente e em que acredito. dá-me um gozo enorme fazê-lo e partilhar o que tenho para dizer com as pessoas que gostam de me seguir. Tenho investido não apenas na qualidade dos conteúdos que crio mas também nas condições técnicas. Tenho uma grande preocupação com a qualidade de som e imagem dos meus vídeos.”

De forma a cativar seguidores, Mafalda tem dia e hora marcada para novas publicações: às quintas-feiras e aos domingos às 10h. Nessa altura, os seguidores são surpreendidos com um vídeo onde Mafalda pode falar “de moda, de maquilhagem, um ‘do it yourself’, receitas, de sítios que gosto de frequentar, sugestões de lazer e, às vezes, até vídeos cómicos.” Recentemente, as dicas para os bailes de finalistas têm sido muito pedidas pelas suas seguidoras.

Apesar de também manter um blogue, Mafalda explica que é no Youtube que se sente melhor: “Os vídeos são a forma como mais gosto de comunicar com os meus seguidores e onde me sinto mais próxima e mais natural.”

Do Youtube à construção de uma marca

O ano de 2015 está a ser decisivo para a carreira de Inês Mocho. A youtuber tem recebido mais propostas de trabalho e de parcerias e as horas do dia parecem não chegar para abraçar todos os projetos. Entre filmagens de vídeos para o Youtube e workshops de maquilhagem que leciona pelo país, a maquilhadora revela algumas surpresas.

“A minha nova academia de maquilhagem deve abrir no final do ano. Vai ser um novo espaço, bem equipado. Para outubro está previsto o lançamento de algo que estou certa que vai fazer as delícias de quem me acompanha e das mulheres que se preocupam com o seu lado feminino de uma forma em geral. Estou ainda a trabalhar afincadamente num projeto surpresa que está previsto ser apresentado durante o mês de junho.”

Já Mafalda Sampaio assinou recentemente uma parceria entre “A Maria Vaidosa” e a marca Inocos que não só vem provar a confiança das marcas no valor das youtubers como ferramentas de marketing, como vem aumentar o valor de mercado da sua própria marca.

“Quando o contacto da Inocos surgiu eu nem queria acreditar, aliás, acho que ainda nem acredito. Era algo que eu já tinha imaginado que gostava de fazer mas nunca pensei que o sonho se tornasse realidade tão rápido.”

Agora, Mafalda tem a sua própria linha de vernizes, criada em conjunto com a marca portuguesa: “Já usava os vernizes da Inocos e gosto muito do facto de ser uma marca portuguesa. Estive envolvida em todas as fases do projeto, escolhi embalagens, cores que ‘gritassem’ verão e felicidade e gostei muito de conhecer as minhas seguidoras quando lancei a linha na Expocosmética.”

A jovem está a saborear o crescimento d’ “A Maria Vaidosa”: “É uma sensação difícil de explicar saber que existe um produto à venda com o meu nome e a minha fotografia e que é algo com que as pessoas se identificam.”

Não perca a galeria “Regras de maquilhagem das youtubers portuguesas” com dicas das duas youtubers.

Por Joana de Sousa Costa

Artigo anterior

Regras de maquilhagem das youtubers portuguesas

Próximo artigo

Conheça o Pug mais pequeno do mundo