Home»GLAMOUR»BELEZA»O caminho de nove mulheres para a aceitação corporal

O caminho de nove mulheres para a aceitação corporal

No âmbito do seu 10º aniversário, a Dama de Copas, empresa de consultoria de bra fitting, desafiou nove portuguesas a darem o seu testemunho relativamente à autoconfiança e aceitação corporal. Veja as fotos e o vídeo.

Pinterest Google+

A Catarina é uma voz ativa de body positivity, sendo modelo pluz size e ajudando quem a segue nas redes sociais a terem uma visão diferente (e mais amiga) do seu corpo.

 

A Cláudia, com apenas 19 anos, começou a ter peito aos 14, ao contrário das suas colegas, o que a deixava muito desconfortável com o seu corpo.

 

A Maria João ganhou autoestima através da dança, a sua paixão, e atualmente ensina crianças a exprimirem-se e a gostarem mais delas próprias da mesma forma.

 

A Andreia tem uma doença crónica e é ostomizada, o que lhe alterou permanentemente o corpo e estilo de vida. Surpreendentemente, nunca se sentiu tão bem consigo mesma como agora.

 

A Beatriz luta com problemas de autoestima desde sempre, tendo chegado a pesar 43Kg. É o exemplo de que, mesmo as mulheres consideradas magras, podem não se sentir bem com o seu corpo.

 

 

A Adriana nunca gostou do seu corpo. Tem o que é considerado excesso de peso e batalha diariamente com isso.

 

A Miriam é “a gorda e a mamalhuda” desde que se lembra, tendo sofrido de bullying. Sempre lhe disseram que, a continuar dessa forma, nunca conseguiria concretizar o seu sonho de trabalhar em televisão. Hoje trabalha em rádio e televisão e partilha a sua viagem de aceitação nas redes sociais.

 

A Cristina decidiu mudar de vida em 2017. Perdeu peso e começou a praticar desporto diariamente. Aceita-se tal como é, com as estrias, a barriga e a celulite.

 

A Astrid encontra-se grávida do primeiro filho. Irradia beleza e confiança e a sua mensagem é simples: amem-se como são.

 

Veja o vídeo acima e as fotos na galeria no início do artigo.

 

Artigo anterior

Boa digestão e não só: descubra os inúmeros benefícios do chá de menta

Próximo artigo

Não bebo água. E agora?