Home»LAZER»DICAS & VIAGENS»Novo projeto dá nova alma a um dos bairros típicos de Lisboa

Novo projeto dá nova alma a um dos bairros típicos de Lisboa

A Dona Graça é o mais recente projeto na capital portuguesa que visa receber os turistas e proporcionar-lhes a experiência de viver, nem que seja por uns dias apenas, num bairro típico lisboeta.

Pinterest Google+

O que acontece quando se junta uma amizade de mais de 30 anos com a paixão do fado e de se ser português? Em 2017, António Polena, Rui Vinagre e Hugo Diogo juntam-se num projeto que traz a Lisboa a verdadeira experiência de se viver num bairro português com todo o conforto de um hotel, juntando assim o melhor de dois mundos. Todos amantes do fado e com presença assídua em tertúlias, há muito tempo que os três amigos, com carreiras em áreas distintas (financeira, arquitetura e engenharia florestal), tinham vontade de apostar num projeto onde pudessem transmitir o seu estilo de vida aos que visitam Lisboa.

 

Com o conforto de um hotel de 5 estrelas, a Dona Graça é uma casa situada no coração do conhecido bairro da Graça, que manteve a sua fachada original, que remonta ao século XIX, e cujo interior foi recuperado com materiais de origem portuguesa e com o objetivo de recriar as antigas casas portuguesas – a pedra que reveste a bancada das cozinhas, a madeira das camas – e conceder a este novo espaço uma nova autenticidade que se interliga com o antigo, o típico e as características muito próprias das antigas casas dos bairros típicos portugueses.

 

VEJA TAMBÉM: AS PRÓXIMAS FÉRIAS VÃO SER NUMA CASA PORTUGUESA, COM CERTEZA

 

«Depois de muito tempo à procura da casa ideal para avançar com este projeto, decidimo-nos por esta, porque sabíamos que seria possível manter a traça original e os materiais do espaço», explicou um dos fundadores do projeto, António Polena.

 

Rui Vinagre, Hugo Diogo e António Polena são três amigos que, apaixonados por Lisboa e pela sua cantiga – o Fado, são os responsáveis pela implementação do novo conceito em Portugal «Queremos transmitir aqui o nosso estilo de vida e forma de estar portuguesa», explica Rui Vinagre, o arquiteto responsável pela recuperação do edifício.

 

Grande parte da mobília foi desenhada por Rui Vinagre, mas também é possível encontrar mobiliário tradicional português nas casas Dona: como por exemplo, os bancos de Monchique ou as cadeiras de Bacalhau. Mas nem só de design e materiais portugueses se faz esta casa. Ela também é uma montra dos melhores produtos feitos em Portugal: os produtos de cosmética Castelbel, as mantas da Chicoração, a louça de Bordalo Pinheiro e os vinhos da Real Companhia Velha. Para além de fazerem parte da casa, há uma loja onde estarão à venda estes produtos que tão bem representam o que de melhor se faz em Portugal.

 

VEJA TAMBÉM: VAI ARRENDAR CASA PARA FÉRIAS? CUIDE DISTO

 

Apesar desta ser a primeira casa a abrir portas, os três empresários planeiam já abrir mais duas casas ainda este ano, também na cidade do Santo António e dos alfacinhas. A casa da Dona Graça tem 8 apartamentos, com três divisões cada (um quarto, uma cozinha e uma sala), tem um jardim e uma piscina. Os preços variam entre os 150 euros e os 225 euros por noite.

 

Este é um projeto de alojamento para quem quer visitar e viver Lisboa, ficando em edifícios recuperados, de bairros típicos portugueses. Cada casa é transformada num espaço com vários apartamentos renovados, que respeitam a autenticidade original do edifício. Veja imagens na galeria acima.

Artigo anterior

Novas tendências: a comida de verão está a mudar

Próximo artigo

Factos nutricionais do tomate (ou porque o deve incluir sempre na dieta)