Home»ATUALIDADE»ESPECIALISTAS»Novo paradigma do fitness: aulas de grupo em casa. É possível?

Novo paradigma do fitness: aulas de grupo em casa. É possível?

Manter-se ativo em casa é uma das recomendações das autoridades de saúde para este período de quarentena. E isso é possível de ser feito, ao seu ritmo e nos seus horários, seguindo algumas dicas e recomendações. E porque não fazê-lo em grupo!

Pinterest Google+
PUB

Olá a todos. Em primeiro lugar queria agradecer a oportunidade que a revista MOOD me deu para transmitir a minha opinião acerca da temática do fitness. O meu nome é David Araújo e trabalho na área do fitness há cerca de 18 anos, sendo a minha principal área de intervenção, e a minha paixão, as atividades em grupo.

 

Esta situação de isolamento levou muitas pessoas a treinar em casa e até outras que antes não dispunham de tempo passaram a fazê-lo regularmente. Para todos aquele que privilegiavam as aulas de grupo, na sua rotina diária de treinos, é possível continuar a fazer as mesmas atividades em casa.

 

Por onde começar?

Procure profissionais da área, peça recomendações a amigos ou, no caso de quem já praticava desporto, em ginásios que mesmo fechados disponibilizam esses serviços online. Informe-se!

 

Neste momento estão disponíveis várias soluções para treino online na vertente das aulas de grupo, seja através de live streaming, aulas gravadas ou teleconferência. A minha recomendação como profissional, que utiliza as diversas plataformas, vai para o live streaming e a teleconferência porque proporcionam uma experiência mais próxima da realidade do espaço físico do ginásio, pois como seres sociais que somos é importante sentir, mesmo que não estejamos no mesmo espaço físico, que não estamos sozinhos a fazer aquela atividade, estamos em grupo.

 

Prepare um espaço em casa para o efeito. Em termos de dimensão e também de piso: convém ser confortável e seguro. Se puder ligar dispositivos, como o telemóvel ou o PC, a uma televisão, seria ótimo. Quanto maior for a imagem, mais perto de um treino “ao vivo” será a experiência. Utilize equipamento adequando à prática de exercício físico.

 

DICA: Combine com amigos e treinem ao mesmo tempo. Se possível em vídeo call ou escolham uma aula em live streaming e façam-na juntos. No fim troquem mensagens sobre a aula e combinem a próxima.

 

É importante definir um horário para treinar. O “quando tiver um furo faço o treino” pode levar ao abandono da prática. Pode começar por atividades que praticava, mas também é uma boa oportunidade para experimentar novas modalidades. Danças e atividades com velocidade de execução lenta como alongamentos, yoga, etc… podem ser uma boa solução. Tenha atenção à intensidade de treino: se não treinava intensamente comece de forma progressiva.

 

DICA: Se realizar uma atividade nova tente entrar em contacto com um profissional.

 

 

Alguns erros a evitar

– Repetir o mesmo exercício vezes sem conta. É importante variar o tipo de exercício, só assim terá melhores resultados. O mesmo em relação às aulas, varie entre modalidades.

 

– Treinar mais do que as suas capacidades pode levar a desistir porque o exercício se tornou demasiado para si. Se levar o corpo ao limite é normal que queira desistir. Adeque o treino ao seu ritmo e às suas capacidades. Faça opções mais simples: uma delas é “parar”, recuperar um pouco e depois continuar ou realizar outra opção.

 

– Deixar a alimentação fora da equação e não se hidratar convenientemente. Para treinar é preciso energia e a energia vem da comida. Opte por alimentos saudáveis e mantenha-se hidratado antes, durante e após o exercício físico. Se tiver dúvidas, consulte um Nutricionista.

 

Estamos prontos?

Em grupo, em família ou sozinho, com programas adequados e profissionais. Acima de tudo, tem de se sentir bem com o exercício. BONS TREINOS!!!

 

Artigo anterior

Portugueses consideram viagens em Portugal arriscadas e ainda mais para o estrangeiro

Próximo artigo

Turismo Centro de Portugal desafia e visitantes enviam mais de 100 vídeos filmados na região