Home»ATUALIDADE»ESPECIALISTAS»Novo ano escolar, o dilema do costume. O que é que os meus filhos levam para o lanche?

Novo ano escolar, o dilema do costume. O que é que os meus filhos levam para o lanche?

Pinterest Google+
PUB

Dou 5 euros ou não dou?

Em consulta, tenho este dilema por parte dos progenitores. É tão mais fácil incutir-lhes a responsabilidade da boa alimentação mesmo que eles não façam ideia do que isso é e confiar nas opções do bar das escolas. Isto quando falamos em miúdos do 2º ciclo para cima, mas quando falamos dos mais pequenos confia-se nas opções já feitas de compra. As barritas, os pães com chocolate, nas batatas fritas de pacote… enfim, as opções fáceis não terminam, aliás, terminam, mas quando também termina a saúde.

 

Vamos a umas quantas queixas dos meus pacientes mais novos:

 

– Ela (a mãe) manda-me todos os dias maçã para a escola, eu já estou farto de maçã!

Sim, na realidade os pais tendem a serem práticos e esquecem-se que há mais fruta do que a maçã e a pera. São sem dúvidas frutas que não exigem de nós, pois é só pegar e levar, mas na minha opinião, não é bem assim. As de compra biológica será sempre menos mal, mas as de compra não biológica é conveniente retirar a casca pois a casca é a proteção do fruto e este normalmente protege-se bem contra agrotóxicos, pesticidas e afins, ficando/permanecendo na casca estes produtos químicos. Então é sempre importante tirar a casa. No entanto, há dezenas de opções, não se fique pela mais prática, se o seu filho comer todos os dias maçã acha que vai ter todas as vitaminas de que precisa?

 

– O meu pai é que me prepara os lanches, ou é iogurte ou é fruta ou é pão com chourição. O pão é o que eu mais gosto, pois o iogurte dá-me azia e a fruta é sempre a mesma coisa.

Quando os nossos rebentos ficam viciados nas carnes de charcutaria, só porque você não tem imaginação para mais, é muito complicado. Sabia que a OMS alertou a população no ano passado para a necessidade da diminuição do consumo de produtos de origem animal? Primeiro, porque são prejudiciais para a saúde humana, da forma como os consumimos, depois, porque são prejudiciais para a saúde do planeta. Acha mesmo que é o mais indicado para dar aos seus filhos? Se não for chourição, é fiambre, é presunto, é mortadela… todas estas opções fazem parte do risco! Depois, os miúdos normalmente queixam-se do desconforto que determinado alimento manifesta, mas os pais não tomam atenção. Se o seu filho diz que dói a barriga ou não se queixa… você pergunta? Em gabinete, deparo-me com situações caricatas, em que os miúdos se queixam de dores de barriga ou azia, e o caso mais caricato foi um miúdo dizer que não gostava de mastigar porque lhe doía os maxilares e os pais só o obrigavam a comer e não lhe perguntavam o porquê! Pergunte aos seus pequenos, queira saber mais informação deles.

 

– Os meus pais estão desorganizados e além de me meterem 1 maçã na mala, esquecem-se que eu estou o dia todo na escola, e como não têm paciência nem imaginação dão-me dinheiro para comer na escola, então eu compro ou um bolo ou uma merenda com um sumo.

Mais uma vez a colocar a responsabilidade do “desenrasca-te” aos filhos. É tudo uma questão de organização. Programe a semana atempadamente. Há tantas soluções para colocar na lancheira dos seus miúdos.

 

Então aqui ficam 10 soluções fáceis e práticas e que na realidade dão para toda a família.

  1. 1 Caixa com salada de frutas preparada com três frutas diferentes (se quiser, acrescente amêndoas em lascas)
  2. 1 Fatia de bolo caseiro (de cenoura, coco, laranja, cacau ou maçã)
  3. 1 Iogurte vegetal + 1 colher de chá de linhaça moída ou chia + 1 peça de fruta
  4. 1 Peça de fruta + 1 punhado de sementes (girassol ou cânhamo) ou frutos secos (caju, amêndoas, nozes, castanha do brasil, avelãs)
  5. 1 Barrita de cereais
  6. 2-3 Bolachas caseiras e integrais + 1 peça de fruta
  7. 1 Panqueca/crepe com frutos vermelho
  8. 1 Iogurte vegetal + 1 peça de fruta
  9. 1 Bola de pão escuro com creme vegetal
  10. 1 Smothie de fruta

 

 

Artigo anterior

Estás na casa dos 20? Aprende a gerir o teu dinheiro

Próximo artigo

Josefinas apresenta edição especial na Semana da Moda de Nova Iorque