Home»LAZER»DICAS & VIAGENS»Nova Iorque vai receber o primeiro café de gatos

Nova Iorque vai receber o primeiro café de gatos

O Meow Parlour permite aos clientes conviverem com gatos disponíveis para adoção. O espaço abre portas dia 15 de dezembro mas a lista de reservas já é grande

Pinterest Google+

O conceito de café de gatos surgiu na Ásia nos anos 90, devido aos apartamentos de tamanho reduzido e aos senhorios que não admitiam animais de estimação. Assim, os cafés de gatos permitiam aos clientes interagirem com os animais sem a responsabilidade de ter um animal a longo prazo. O fenómeno chegou nos últimos anos ao ocidente e, depois de capitais como Londres, Madrid e Paris abrirem os seus espaços, é Nova Iorque que recebe o próximo café de gatos.

O Meow Parlour combina gatos e doces. Basta o cliente reservar o tempo que quer passar no espaço, onde vários gatos para adoção andam livremente. Cada meia hora no Meow Parlour custa 3,20 euros e o tempo máximo de reserva são cinco horas. Dentro do café, os clientes podem brincar com os gatos, usar a internet enquanto um gato dorme junto de si ou saborear um doce confecionado na Meow Parlour Patisserie, localizada no outro lado da rua.

Todos os animais no espaço são para adoção, graças a uma parceria com um grupo de salvamento de gatos em risco, a KittyKind. Durante uma visita ao espaço, os clientes podem candidatar-se para adotar um animal.

No entanto, é proibida a entrada de animais estranhos para garantir o bem-estar dos gatos. Outras regras são indispensáveis aos visitantes do espaço, como retirar os sapatos à entrada, não tirar fotografias, não alimentar os animais e assinar um termo de responsabilidade antes de começar a interação com os gatos. Também a visita de crianças é restrita a determinados horários.

Christina Ha e Emilie Legrand são as duas sócias do Meow Parlour e, claro, amantes de gatos. Ha é a pasteleira chefe da famosa patisserie nova-iorquina Macaron Parlour e decidiu combinar as suas duas paixões neste projeto. Convidou a francesa Legrand, colega na mesma patisserie, a juntar-se ao projeto quando soube que esta já visitou vários cafés de gatos pelo mundo e partilhava da mesma adoração por felinos.

Artigo do parceiro:

Mood

Artigo anterior

Homens preferem amantes inteligentes

Próximo artigo

Onde é que as mulheres gastam o dinheiro?