Home»FOTOS»Noruega destrona Dinamarca e é agora o país mais feliz do mundo

Noruega destrona Dinamarca e é agora o país mais feliz do mundo

O Relatório da Felicidade Mundial de 2017 é lançado hoje, Dia Internacional da Felicidade, com o último ranking dos países mais felizes do mundo. A Noruega lidera agora a lista, destronando a Dinamarca que persistia há três anos no lugar. No ranking que analisa a felicidade em 155 países, Portugal encontra-se em 89º lugar.

Pinterest Google+
PUB

O Relatório da Felicidade Mundial de 2017, que lista 155 países pelos seus níveis de felicidade, é lançado hoje, Dia Internacional da Felicidade, e traz uma novidade: a Noruega é agora o país mais feliz do mundo.

 

Este é o quinto relatório, desde que foi lançado pela primeira vez em 2012, que mostra o nível em que um país está em termos de felicidade, pela combinação de vários fatores, como alta expetativa de vida, apoio social, satisfação no local de trabalho, generosidade, liberdade para tomar decisões de vida, perceção de baixos níveis de corrupção, entre outros. A iniciativa é suportada pela organização das Nações Unidas.

 

Veja também: Catarina Lucas: «A felicidade é difícil de definir e mais fácil de sentir»

 

O Relatório da Felicidade Mundial continua a mostrar que o mundo tem de criar políticas sobre o que mais interessa às pessoas: o seu bem-estar. Como é demonstrado em muitos países, este relatório evidencia que a felicidade é o resultado da criação de fundações sociais fortes. É tempo de criar confiança social e vidas saudáveis, não armas e muros. Vamos levar os nossos líderes a focarem-se neste ponto», comenta Jeffrey Sachs, diretor da ‘Sustainable Development Solutions Network’ (rede de desenvolvimento de soluções sustentáveis), entidade responsável pelo estudo.

 

Em 2017, a Noruega lidera a lista, tendo saltado três lugares e destronando a Dinamarca que nos últimos três anos esteve sempre em primeiro lugar. Esta passa agora a segundo lugar, seguindo-se a Islândia, Suíça e Finlândia. O top 10 é composto por sete países europeus. Em sexto, está a Holanda, segue-se o Canadá, a Nova Zelândia, a Austrália e, em 10º, a Suécia. Nesta lista, Portugal encontra-se em 89º lugar.

 

Veja também: Dez mandamentos diários para ter uma vida feliz

 

Na lista de 155 países, os piores países do mundo são: Togo (150º), Ruanda (151º), Síria (152º), Tanzânia (153º), Burundi (154º), e o pior é a República Central Africana (155º).

Este ano, o relatório dá especial atenção às fundações da felicidade, incluindo a felicidade no local de trabalho. «As pessoas tendem a passar a maior parte do seu tempo a trabalhar, por isso, é importante perceber o papel que o emprego e desemprego desempenham na felicidade», comenta Jan-Emmanuel De Neve, professor na Escola de Negócios da Universidade de Oxford.

 

Veja também: Dia Internacional da Felicidade: este ano o mundo conta com a ajuda dos Smurfs

 

«O relatório revela que a felicidade difere consideravelmente consoante o estado de empregabilidade, tipo de emprego e setores da indústria. As pessoas mais bem remuneradas são mais felizes, mas o dinheiro é apenas um dos elementos na chave da felicidade. Equilíbrio entre vida profissional e familiar, variedade nas tarefas e nível de autonomia são outros fatores determinantes para a felicidade», revela o professor.

 

Conheça os 25 países mais felizes do mundo na galeria acima.

 

Artigo anterior

No dia 25 de março apague as luzes

Próximo artigo

Forbes destaca qualidade dos manequins portugueses