Home»VIDA»SOCIEDADE»Normalidade é a próxima tendência

Normalidade é a próxima tendência

A agência de tendências americana K-Hole explica que a individualidade vai ser substituída pela normalidade, num fenómeno denominado ‘normcore’.

Pinterest Google+

No seu último relatório, a agência de tendências de Nova Iorque K-Hole refere o fenómeno ‘normcore’. Este deriva em grande parte do mundo da moda, mas é um estilo simples, muito normal, em oposição aos estilos que têm dominado a moda de rua dos últimos anos, como o estilo ‘hipster’.

Esta tendência para ‘normalizar’, vem como uma reação à procura de individualidade, a ideia que justifica os estilos mais extravagantes. Segundo consta no relatório ‘Youth Mode’, “os seguidores do estilo normcore não querem liberdade para se transformarem. O normcore afasta-se da atitude popular do ‘ser diferente’, o que, no fundo, é uma autenticidade que acaba por ser comum.”

A K-Hole foi fundada por um grupo de cinco artistas e escritores e opera no marketing e nas artes, tentando estabelecer ligações entre os dois. Assim, esta agência procura observar tendências que surgem em qualquer lado e ligadas a qualquer grupo, de forma a dar dados de estudo para estratégias empresariais.

O estudo mais recente da empresa foi feito em colaboração com a empresa de pesquisa de mercado brasileira 1824: “É um relatório sobre o impacto das novas tecnologias e da globalização, através da teoria geracional, e dos seus efeitos negativos”, explicam os responsáveis da K-Hole.

O relatório explica como o facto de a individualidade estar tão normalizada “fez a diferença ainda mais rara.” Este relatório “ensina-nos que ser especial é muito diferente de ser livre. Chama a atenção para a forma como estamos a tomar as nossas decisões, como as nossas experiências estão a ser construídas e como é que podemos encontrar a verdadeira liberdade.”

E o ‘normcore’ surge como alternativa a um caminho errado, explicam: “Normcore é ter liberdade para estarmos com quem quisermos. Tem a ver com sermos adaptáveis, não exclusivos. Empatia acima da tolerância. Criar conexões está acima de estar conectado. Para sermos verdadeiramente normcore não podemos fingir ser o que não somos.”

Aceda a várias galerias de Street Style, onde são fotografadas pessoas comum na rua.

Por Joana de Sousa Costa

Artigo do parceiro:

Mood

Artigo anterior

Cigarro eletrónico esconde perigos

Próximo artigo

Prêt-à-porter: o básico é moda?