Home»FOTOS»‘Noite dos Medos’ vai espalhar terror por Melgaço

‘Noite dos Medos’ vai espalhar terror por Melgaço

No dia 31 de outubro, e em honra do Halloween, o terror vai tomar conta das ruas de Melgaço. Centenas de destemidos vão enfrentar os seus medos naquela que promete ser a noite mais assustadora do ano. E há prémios para os mais… criativos.

Pinterest Google+

A 31 de outubro, na noite mais assustadora do ano, as ruas de Melgaço vão ser ‘invadidas’ por seres do além. É a ‘Noite dos Medos’, que vai para a sua segunda edição, a acontecer no município mais a norte de Portugal, onde centenas de pessoas vão aproveitar o Halloween para desafiaram os seus medos mais primitivos.

 

Da Casa da Cultura ao Castelo de Melgaço, passando por entre as ruas, a vila veste-se a rigor. Bruxas, abóboras e varandas iluminadas, ruídos sonoros assustadores, vassouras e potes de bruxas, panos pretos ou teias de aranhas. Estes vão ser os elementos figurativos que vão fazer parte da ‘Noite dos Medos’.

 

A festa da ‘Noite dos Medos’ vai começar na Casa da Cultura às 21:00. Este espaço vai estar decorado para receber um Welcome Drink dos Medos, que será seguido pela apresentação dos ‘Potes das Bruxas’, que irão a concurso e onde todos podem participar. Os três primeiros classificados vão receber prémios bastante aliciantes.

 

VEJA TAMBÉM: PARA VISITAR: OS CABOS MAIS MAGNÍFICOS DE PORTUGAL

 

O ponto alto desta noite vai acontecer com a Procissão dos Medos, que vai levar todos rumo ao cemitério dos medos. Esta procissão também vai passar pela Casa da Cultura e pelo Castelo de Melgaço. Aqui, no castelo, serão entregues os prémios do concurso, seguindo-se o Esconjuro das Bruxas e a Queimada Galega. O pavor vai continuar com a ‘Festa dos Medos’, que vai ser animada por um conjunto de Dj’s e será organizada pelo Bar da Alameda, LC Café Bar, Bar Cova do Leão e After Work bar & tapas. As entradas são gratuitas.

 

Um concurso pretende premiar os trabalhos mais criativos desenvolvidos para o evento ‘Noite dos Medos’, que estarão em exposição na Casa da Cultura. Estimular o espírito crítico e imaginativo, envolvendo toda a comunidade (público em geral e população) e as entidades do concelho, é o principal objetivo. Todos os trabalhos são subordinados ao tema ‘Potes das Bruxas’ e devem ser, preferencialmente, construídos com materiais naturais e /ou reciclados.

 

VEJA TAMBÉM: OS CASTELOS DE PORTUGAL: TOUR PELAS FORTIFICAÇÕES DA REALEZA PORTUGUESA

 

Todos, podem participar: em nome individual ou como entidade (Comércios, Associações, Empresas, Comunidades Escolares, Instituições Particulares de Solidariedade Social ou Juntas de Freguesia). Os interessados em participar deverão preencher e entregar a respetiva Ficha de Inscrição até ao dia 22 de outubro, e entregarem os trabalhos na Casa da Cultura até às 18h00 do dia 29 de outubro. Regulamento e Ficha de inscrição disponível em www.cm-melgaco.pt.

 

Há prémios para os três melhores trabalhos (Categoria Geral):

1º Prémio: cabaz de produtos locais

2º Prémio: uma pernoita para duas pessoas, com pequeno-almoço, na Branda da Aveleira

3º Prémio: um Circuito Termal para duas pessoas, nas Termas de Melgaço

 

VEJA TAMBÉM: FORTE DE S. FILIPE: A BELEZA DE UMA FORTALEZA INSPIRADA NUM CASTELO

 

Na sua primeira edição, em 2017, Melgaço cativou a população e turistas para festejarem o terror. «Foi um sucesso graças ao forte empenho de instituições e empresas que aderiram desde a primeira hora, assim como os melgacenses que fizeram a festa com muita alegria e animação», refere a organização. Veja imagens na galeria no início do artigo.

 

O evento, organizado pela Associação Empresarial Minho Fronteiriço em colaboração com o Município de Melgaço e com os bares aderentes, nomeadamente o Bar da Alameda, o LC Café Bar, o Bar Cova do Leão e o After Work bar & tapas, surge da necessidade de proporcionar animação em épocas baixas, e, simultaneamente, criar condições para a divulgação de crenças e contos, relacionados com a temática do ‘oculto’, que fazem parte da cultura da comunidade de Melgaço.

 

Artigo anterior

Cláudia Cunha: «Para um intestino funcionar corretamente são precisos três fatores: alimentação, água e exercício físico»

Próximo artigo

Paternidade depois dos 50 anos: quais os riscos?