Home»ATUALIDADE»ENTREVISTAS»Night Music Run: corrida à noite ao som da música estreia em Portugal

Night Music Run: corrida à noite ao som da música estreia em Portugal

Depois de passar os últimos anos no Brasil, o empresário Erich Steffen regressa a Portugal com novos projetos ligados ao desporto. Chama-se Night Music Run e é um novo conceito de corrida que une desporto, música e diversão. O evento acontecerá no dia 3 de agosto em Cascais, para mais de 10 mil pessoas. Falámos com o empreendedor sobre este novo conceito.

Pinterest Google+

Com mais de 25 anos de carreira, Erich Steffen ficou conhecido no país por ser o responsável por alguns dos eventos mais emblemáticos do setor em Portugal, tais como o Mundialito de Futebol de Praia, o Campeonato do Mundo de Futebol de 7, o Campeonato Mundial de Kitesurfe, entre outros sucessos. A criação e a gestão do Benfica Futsal também são de autoria do empresário.

 

A ser realizada à noite, a Night Music Run (NMR) terá um circuito de 5 km e colunas de som posicionadas a cada 50 metros do percurso – tocando as melhores playlists do mundo pop, eletrónico e eighties – para colocar em movimento jovens e adultos. A seguir, uma animada festa promete subir o tom do evento à luz da lua cheia. A expectativa é de que, depois, o Night Music Run esteja presente em outros países europeus, bem com nas Américas.

 

VEJA TAMBÉM: SOU SEDENTÁRIO E QUERO COMEÇAR A CORRER!

 

Esta parece ser uma corrida inovadora. Conhece algo semelhante no mundo?

O Night Music Run é de facto um evento único e de vanguarda. No entanto, existe um evento que se realiza na Ásia que tem alguns aspetos parecidos, nomeadamente a festa no fim da corrida. De qualquer modo e a honrar o nosso slogan “Turning Good Ideas in Great Events”, o NMR é completamente inovador e com diferenciais que farão os participantes encantarem-se.

 

Porque decidiu criar uma corrida que alia música à prova e é realizada de noite?

A prática do desporto “corrida” está diretamente associada aos fones de ouvido, que, em muitas vezes, ditam o ritmo das passadas. O NMR irá reproduzir estas passadas sem a necessidade dos fones, com mais de 50.000 watts de potência sonora ao longo do percurso. O NMR é, para além de outros, um evento sensorial (música e luz), para que as centenas de metros quadrados de LED e lazer possam atuar, o fator “noite” é fundamental para tal.

 

VEJA TAMBÉM: CORRER NA RUA É IGUAL A CORRER NA PASSADEIRA?

 

Porque escolheu Cascais para lançar este novo projeto?

Ao longo da última década Portugal tornou-se referência mundial na logística e na qualidade dos seus equipamentos para a realização de eventos, como tal não poderíamos fechar os olhos para este facto quando pendamos em eventos europeus. Neste caso, Cascais proporciona um ambiente mágico e infraestrutura pública inigualável.

 

Quem é o target que pretendem atingir?

Amantes da música e do bem-estar.

 

Será para todo o tipo de atletas? Vai haver diferenciação na prova?

Sim, o evento estará preparado para receber desde iniciantes até profissionais. Para profissionais, criamos uma “fast lane” (via rápida) para que os profissionais possam aproveitar este momento e superar seus limites.

 

VEJA TAMBÉM: TECNOLOGIA QUE SE USA, TREINO EM GRUPO E HIIT: AS TENDÊNCIAS DE FITNESS PARA 2019

 

Que festa podem esperar os participantes no fim da linha?

Uma grande festa com DJs nacionais de referência, efeitos especiais, um ambiente inigualável e, acima de tudo, muita alegria e interação entre os participantes.

 

Onde os interessados se podem inscrever e quais os custos?

Em relação aos custos, vão girar em torno de 32 a 36 euros por inscrição. As inscrições poderão ser feitas através dos meios convencionais, como ticketline e blueticket, no site do evento, entre outros, a partir da segunda quinzena de fevereiro, quando iniciamos a promoção do evento na rádio e na TV.

 

Para que outros países pretende levar a prova a seguir?

Ainda este ano, vamos levar a prova para o Brasil em dezembro. Para 2020, a ideia é replicar os lugares de 2019, adicionando Espanha e Estados Unidos. A nossa pretensão é, ao longo dos anos, aumentar o número de eventos e replicá-los em novos países.

 

 

Artigo anterior

IKEA lança concurso para encontrar novo prato vegetariano em Portugal

Próximo artigo

Tubérculos: sabe o que são?