Home»VIDA»CARREIRA»Não está feliz com a atividade que exerce?

Não está feliz com a atividade que exerce?

Pinterest Google+

Não se identifica com os colegas de trabalho, custa-lhe demasiado levantar para ir trabalhar ou até sente desconforto ou dor no estômago antes de sair para o trabalho? Estes sinais indicam que ainda não encontrou uma atividade profissional que a faça sentir-se realizada, que esteja alinhada com os seus valores e que coloque em prática os seus talentos.

 

Imagine poder levantar-se da cama todos os dias com entusiasmo para ir trabalhar, para fazer uma coisa que sinta que está a contribuir e a deixar o seu legado. O trabalho deve ser visto como um veículo para expressar talentos e capacidades e deve dar a oportunidade de os pôr em prática.

 

Pode parecer um sonho, mas é você quem comanda o “barco” da sua vida e a decisão está em si! Comece por determinar o que é realmente importante: as suas paixões e o que valoriza mais neste momento da sua vida.

 

Avalie o grau de satisfação atual e o desejado e determine qual dos valores tem maior relevância para si. Escreva num parágrafo todas as características de uma atividade profissional que preencham estes valores.

 

Paralelamente, determine qual é o seu “brilho” (GLOW). Todas as pessoas têm um dom que as caracteriza e que as torna únicas e especiais, mas na maioria dos casos é ignorada e desperdiçada.

 

Sugiro um exercício: pense em si como se fosse uma marca e identifique três motivos pelos quais seria essa marca. Para obter mais respostas, aplique o exercício a várias marcas. Depois, peça a opinião de 3 pessoas conhecidas. Na maior parte dos casos são as outras pessoas que vêm os nossos dons, porque para nós próprios costuma ser uma coisa tão natural que nos passa completamente despercebida.

 

Como Arthur Schopenhauer referiu, “Uma pessoa de raros dons, obrigada a fazer um trabalho apenas útil, é como um jarro valioso, com as mais lindas pinturas, usado como pote de cozinha.”

Artigo anterior

Estilo de vida influencia o aparecimento da doença de Alzheimer

Próximo artigo

Taylor Swift doa 1 milhão de dólares ao estado de Luisiana