Home»AMOR»RELAÇÕES»Mulheres não querem ser amigas de promíscuas

Mulheres não querem ser amigas de promíscuas

Estudo conclui que mulheres são mais intransigentes que homens

Pinterest Google+
PUB

Se o senso comum lhe dizia isso, um estudo da Universidade de Cornell, nos Estados Unidos, veio agora confirmar: as mulheres promíscuas são julgadas negativamente por outras mulheres, interferindo no tipo de relação que se possa estabelecer entre elas.

A pesquisa, realizada com 750 jovens, veio confirmar que, na análise pessoal, o número de pessoas com quem a mulher dormiu tem mais peso do que outras características da personalidade. «As participantes no estudo demonstraram preferir para amigas mulheres sexualmente menos ativas, mesmo quando elas próprias demonstram uma atitude liberal em relação ao sexo casual ou ao elevado número de parceiros sexuais», refere a universidade em comunicado.

Segundo o estudo realizado por investigadores das relações humanas, este comportamento coloca as mulheres em maior risco de isolamento social e de desenvolver perturbações psicológicas.

Zhana Vrangalova, responsável pela pesquisa,  refere que as mulheres continuam a ser ostracizadas pela sua vida sexual, mas «o que realmente nos surpreendeu foi o quão inaceitáveis para amizade as mulheres promíscuas são para outras com o mesmo tipo de comportamento. Estas são precisamente aquelas a quem deveriam dar apoio».

A análise concluiu que, no caso dos homens, essa questão não tem o mesmo peso quando se trata de “analisar” um potencial candidato a amigo. Mais informações sobre o estudo AQUI.

Artigo anterior

Resíduos de sardinha têm aplicação na cosmética e biomedicina

Próximo artigo

Regresso à costura