Home»FOTOS»Muito do que irrita a nossa pele encontra-se no nosso quintal

Muito do que irrita a nossa pele encontra-se no nosso quintal

Não é preciso sair de casa ou do jardim para desenvolver uma erupção cutânea, pois várias plantas comuns, insetos e alimentos encontrados no quintal podem causar reações cutâneas. Uma plantação de pimentas, um bolbo de tulipas ou beber uma margarita no jardim pode resultar numa irritação indesejada.

Pinterest Google+

«A nossa pele pode ser afetada por uma grande variedade de coisas que podemos encontrar no nosso quintal ou mesmo dentro de casa», alerta Amy YY Chen, professora assistente de dermatologia na Escola de Medicina da Universidade de  Connecticut, EUA, na altura em que os primeiros raios de sol da primavera começam a convidar a saídas para o exterior. (Conheça muitos fatores de irritação na galeria acima).

 

A hera venenosa não é a única planta perigosa, há uma infinidade de outras plantas, assim como de insetos que podem irritar a pele. «Embora existam precauções simples que pode tomar, deve estar ciente do que pode fazer para se proteger», alerta a especialista.

 

Veja também: As alergias alimentares mais comuns

 

Aa melhor maneira de evitar a irritação da pele é identificar as plantas e insetos que podem causar reações adversas e evitar a exposição às mesmas. Se acha que vai entrar em contato com algo que pode causar problemas de pele – ou porque já afetou a sua pele no passado ou já ouviu dizer que pode causar uma reação – o melhor será tomar medidas preventivas. E estas passam, primeiro, por não tocar nas plantas e insetos. Caso tenha mesmo de estar perto de plantas ou insetos que lhe possam causar alergia, vista roupa adequada e proteja a pele com um creme barreira apropriado ou um repelente, por exemplo.

 

As mordidas e picadas de vários insetos comuns podem resultar em vermelhidão e comichão. A maioria das picadas de insetos não causa sérios problemas de saúde, e os sintomas são, por norma, tratados com anti-histamínicos. Ainda assim, evite saídas ao amanhecer ou anoitecer, quando os insetos estão mais propensos a picar.

 

Veja também: Onde as alergias se escondem

 

«As pessoas têm tendência a pensar que são mais propensas a desenvolver uma erupção quando caminham no campo do que quando desfrutam de uma bebida junto à piscina. Mas se essa bebida for uma margarita ou uma cerveja com limão, elas podem acabar com comichão e pele vermelha ao final do dia», explica  Julian Trevino, professor de dermatology na Wright State University em Dayton, EUA.

 

O dermatologista diz a que a combinação da radiação ultravioleta com a exposição a certas plantas, incluindo frutas cítricas como limões, pode resultar numa condição chamada fitofotodermatite, que provoca uma erupção seguida de hiperpigmentação. Para evitar esta condição, o médico sugere enxaguar a pele e reaplicar protetor solar depois de comer ou beber cítricos, enquanto estiver ao sol. Conheça na galeria acima mai potenciadores de irritação da pee que pode encontrar no seu quintal.

Artigo anterior

100% cool: nova edição promete mais e melhor na segurança rodoviária nacional

Próximo artigo

Ostras, o superalimento que está de volta ao Sado