Home»VIDA»ALTERNATIVAS»Mudraterapia e Ayurveda: Mãos terapêuticas na gestão do stress e da ansiedade

Mudraterapia e Ayurveda: Mãos terapêuticas na gestão do stress e da ansiedade

A palavra mudra é derivada da palavra sânscrita “mudh”, que significa cadeado ou selo. As mudras são gestos manuais sistemáticos. De forma mais profunda, são os circuitos elétricos fechados dos canais subtis dos corpos físico e etérico.

Pinterest Google+
PUB

As primeiras referências aos mudras são encontradas no Mantra Shashtra (o livro de encantamentos), no Upasana Shastra (o livro de adoração e orações), e no Nritya Shastra (o livro das danças clássicas). O Gherand Sanhita e o Vajrayana Tantra sugerem que os Mudras são capazes de conceder grandes poderes e habilidades psíquicas denominados de Siddhis.

 

Como os Mudras atuam nos nervos, a Mudraterapia é uma ciência neural. O Yog Tatva Mudra Vigyan comumente conhecido como Mudra Vigyan também é uma ciência baseada nos princípios da Ayurveda, que estabelece os três fatores principais responsáveis pelos desequilíbrios do corpo, o Vata (vento), o Pitta (bílis) e o Kapha (fleuma).

 

O Mudra Vigyan é um ramo totalmente distinto e independente do Yoga. Esta é a ciência das posturas mais finas, baseadas no Yoga dos elementos que criam o corpo humano. A ciência que pode ajudar a elevar o ser humano a alcançar poderes divinos e manter o corpo em perfeita forma. No Yoga, os mudras denotam os gestos e movimentos dos dedos e das mãos usados na execução de danças, rituais e ritos e durante a prática de exercícios espirituais, e uma grande ênfase é colocada na posição e no movimento das mãos durante a prática da asana e da meditação.

 

São usados habitualmente 108 mudras em rituais tântricos, e existem mais de 200 mudras em Bharatanatyam, e mais de 250 em Mohiniattam, duas das danças clássicas indianas. O Buda usava também vários mudras, e o Templo Bodhgaya tem imagens do Buda com as suas mãos representadas com vários mudras.

 

A Mudraterapia está enraizada principalmente no Sankhya Darshana, no Marma Vidya e nos Pancha Tattvas. A Mudraterapia é uma arte antiga, a ciência iogui de gesticular e selar as energias prânicas vitais no corpo humano para a saúde, o bem-estar e a evolução espiritual. Também funciona como uma terapia para o corpo e para a mente, equilibrando a proporção dos cinco elementos (pancha tattvas) através de determinadas posições das mãos. O posicionamento deliberado dos dedos e das mãos ajuda a direcionar ou selar o fluxo de energia, permitindo que o prana ou força vital se mova livremente, rejuvenescendo e curando o corpo.

 

À semelhança da reflexologia podal, os dedos e as mãos também têm mais de quatro mil terminações nervosas correspondentes a vários órgãos e funções do corpo. Várias partes do cérebro podem ser estimuladas aplicando pressão nas pontas dos dedos ou curvando e apontando os dedos em direções específicas. Embora os mudras sejam amplamente usados por praticantes de yoga, meditação e dança, eles também podem ser uma prática muito útil na vida quotidiana para otimizar a saúde, o bem-estar e criar um estado de paz e harmonia.

 

Os textos de yoga apresentam centenas de mudras que variam de modalidades de cura específicas para doenças particulares até aquelas que promovem uma sensação de bem-estar geral e relaxamento.

 

Como usar as mudras no dia a dia

A mudraterapia pode ser praticada a qualquer hora do dia ou da noite.  Encontrar um espaço tranquilo onde possa sentar-se sem distração por cerca de 20 minutos todos os dias. O ideal seria sentar-se em Padmasana (postura de lótus), Sukhasana ou Vajrasana, com a coluna ereta e os ombros relaxados. Para aumentar o efeito da mudra é preferível que seja praticada em ambas as mãos. Cada mudra deve ser mantida por cerca de 12 a 15 respirações para depois se passar para a próxima mudra. Mover os dedos e as mãos sem esforço de um mudra para outro para se assemelhar a um fluxo, como de se de um yoga das mãos se tratasse. Prestar atenção à respiração e observar como ela abranda à medida que o corpo se torna mais e mais relaxado com a prática do mudra.

 

Conheça os vários mudras na próxima página…

Artigo anterior

Gio Rodrigues lança coleção de máscaras a combinar com gravatas

Próximo artigo

Num mundo dominado pela tecnologia é mais difícil manter uma relação?