Home»S-Vida»Motorista, dentista e cirurgião: o pódio das 10 profissões que mais provocam dores nas costas

Motorista, dentista e cirurgião: o pódio das 10 profissões que mais provocam dores nas costas

As dores nas costas podem ter várias razões, sendo o trabalho que se desempenha uma das causas mais prováveis. A Sociedade Norte-Americana da Coluna aponta as profissões que mais riscos acarretam para a coluna e o ortopedista Luís Teixeira dá conta das formas para minimizar os riscos de cada uma delas. Hoje assinala-se o Dia Mundial da Coluna.

Pinterest Google+

6) Empregado de fábrica

Tanto os homens como as mulheres que trabalham em fábricas são forçados a repetir o mesmo movimento e a manter a mesma posição durante longos períodos de tempo. «Esta condição pode, a longo prazo, causar fadiga e fraqueza muscular, que podem conduzir a lesões graves».

 

O médico ortopedista recomenda que, caso tenha esta profissão, faça pausas regulares para rever a postura do corpo. «Endireite a coluna e relaxe os seus ombros. Se possível, vá alternado as suas tarefas para que utilize músculos diferentes, evitando trabalhar outras regiões de forma exaustiva».

 

E ainda: «No caso de trabalhar muitas horas de pé, há um esforço muscular para se manter direito, criando vários desequilíbrios musculares e posturais. É importante que o profissional procure posturas alternadas».

 

7) Mecânico

Trabalhar com carros exige que os mecânicos mudem várias vezes para posições incomodas, de forma a conseguirem observar atentamente todas as zonas de um veículo. «Este tipo de movimentos provoca não só dores, mas também lesões nas costas».

 

Para os mecânicos, o médico especialista recomenda que estejam sempre o mais próximo possível da viatura e da peça em questão, «para evitar ter de esforçar demasiado os músculos, tendões, articulações e ossos em redor de toda a coluna vertebral».

 

VEJA TAMBÉM: ARTRITES, ARTROSES, LOMBALGIAS: MEDIDAS DE PREVENÇÃO PARA AS DORES DE INVERNO

 

8) Empregado de armazém

Caixas, caixotes e pesos vários são uma realidade constante na vida de um empregado de armazém, o que exige demasiada pressão na zona da coluna, tal como explica o médico ortopedista. «Estes funcionários, ao carregarem pesos tão elevados, estão suscetíveis a sofrer várias lesões repentinas ao nível coluna».

 

Para prevenir acidentes, deve sempre tomar todas as precauções necessárias antes de segurar numa caixa ou caixote e pensar sempre qual a melhor forma para proteger as suas costas. «Teste o peso levantando apenas um dos cantos da caixa. Se for demasiado pesada, peça ajuda a um colega ou use um elevador próprio. Além disso, tenha sempre luvas consigo para ajudar à aderência dos materiais e evitar eventuais quedas, o que também vai proteger as suas mãos».

 

9) Enfermeiro

A enfermagem é uma das profissões mais desgastantes tanto a nível físico como psicológico, avança o ortopedista. «Os enfermeiros passam grande parte dos turnos de pé e a andar enfrentando elevados níveis de stress, para além de muitas vezes terem de levantar, transportar e assistir os seus doentes durante alguns procedimentos, o que provoca muita pressão no pescoço e coluna, deixando estas zonas mais vulneráveis».

 

De maneira a evitar lesões, o especialista aconselha que, durante as pausas, os enfermeiros aproveitem para massajar a zona da coluna. «Enrole os ombros, mexa o pescoço e estique os braços para ajudar a aliviar a pressão nestas zonas. Se estiver a ter um dia particularmente stressante, procure um sítio calmo onde possa alongar durante alguns minutos para aliviar e reduzir a tensão no corpo». A prática desportiva, é um complemento muito importante nestes casos.

 

VEJA TAMBÉM: DICAS PARA JOVENS MAMÃS EVITAREM DORES NAS COSTAS

 

10) Trabalhos manuais

Desde trabalhar nas obras, fazer jardinagem, carregar com pesos constantes a fazer limpeza de ruas, as profissões que requerem trabalho manual são das mais perigosas para as costas e coluna. «Usar ferramentas pesadas como berbequins ou retroescavadoras, repetir as mesmas tarefas e passar o dia a virar e a torcer o corpo não são boas práticas para a coluna», afirma o especialista.

 

Não é fácil minimizar a pressão nestas profissões em particular, mas o presidente da Associação Sem Fins Lucrativos Spine Matters, deixa dois conselhos: «Utilize um bom par de sapatos ortopédicos dando conforto e estabilidade ao corpo e fale com o seu médico ortopedista para que o possa aconselhar acerca da melhor forma de proteger a sua coluna no dia a dia».

 

Artigo anterior

Faz bem? Faz mal? Desvende grandes mitos na alimentação

Próximo artigo

Recorde: Alimentos que fortalecem o sistema imunitário