Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Montijo recebe Festival da Flor de 24 a 26 de maio

Montijo recebe Festival da Flor de 24 a 26 de maio

Arte floral, decorações expostas, workshops e animação de rua com vasos de flores andantes são algumas das iniciativas que pretendem promover a localidade como capital da flor, visto concentrar o maior número de estufas no país. A Flor e as Emoções é o tema de 2019.

Pinterest Google+

O Festival da Flor regressa ao Montijo para a sua quinta edição, de 24 a 26 de maio, como homenagem à região que mais produz flores a nível nacional.

 

O evento tem como principal objetivo afirmar o Montijo enquanto Capital da Flor e dinamizar o centro da cidade, através de um evento cultural onde se dá a conhecer os vários aspetos da arte floral, da música, da dança e outras artes.

 

VEJA TAMBÉM: CONHEÇA AS MAIS BELAS FLORES E OS SEUS SIGNIFICADOS

 

Este ano, o centro da cidade irá contar com estruturas em formato de coração e num ambiente romântico os bancos da Praça da República se transformam em baloiços para que possa contemplar os tapetes de arte floral e muitas outras surpresas. Poderá ainda contemplar um “jardim suspenso” através da estrutura aérea montada ao longo da Rua Almirante Cândido dos Reis.

 

Um dos pontos altos será a Flower Power, com um concerto de Tributo aos ABBA na noite do dia 26 (sábado), que nos transportará para os anos da paz e do amor.

 

VEJA TAMBÉM: ROTA DAS CAMÉLIAS: À DESCOBERTA DESTAS FLORES ORIENTAIS NO NORTE DE PORTUGAL

 

Os comerciantes serão desafiados a participar no Concurso Montras em Flor, onde as lojas do Fórum Montijo e as da Baixa da Cidade irão decorar com criatividade e originalidade as suas montras. Será também lançado o Concurso Rota das Gerberas, aberto a toda a população, onde os participantes competirão pelo melhor bouquet de flores.

 

Não faltará muita animação de rua, espetáculos infantis, concertos, dança, arte floral e street food. A entrada é gratuita.

 

Artigo anterior

Sete passos até à promoção (segundo uma gestora de carreiras)

Próximo artigo

Quivis portugueses são mais apreciados do que os importados