Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Milhares de chinelos de praia são largados todos os anos no mar poluindo os oceanos

Milhares de chinelos de praia são largados todos os anos no mar poluindo os oceanos

Praias repletas de chinelos de plástico sintético ilustram a quantidade exorbitante de poluição existente no planeta atualmente. Um problema que está a por em causa a saúde dos oceanos.

Pinterest Google+
PUB

Milhares de chinelos de praia são largados depois de usados todos os anos , chegando às águas da costa oriental africana. Este tipo de calçado tem sido encontrado às toneladas na região, colocando uma grande pressão na manutenção da vida marinha,  reporta a ‘CNN’.

 

Alguns relatórios sugerem que pelo menos oito milhões de toneladas de plástico entram nos oceanos todos os anos. A este ritmo, em 2050, poderá haver mais plástico do que peixes nos mares, em peso, de acordo com uma estimativa. A maioria dos detritos que chegam ao Quénia, Somália e Tanzânia vêm da Ásia, Índia e China, devido à corrente oceânica.

 

Veja também: Vestir ‘verde’ assenta melhor

 

«Nós somos realmente recetores do resto da poluição marinha do mundo emergente», argumenta Erin Smith, do grupo de conservação Ocean Sole que atua no Quénia. «E uma quantidade significativa da poluição que aparece nas praias da África Oriental vem de chinelos descartados – cerca de 90 toneladas por ano».

 

No entanto, o Quénia não é uma parte inteiramente inocente. Segundo adianta Smith à ‘CNN’, uma empresa pode produzir 100 mil sandálias por dia, muitas das quais entram inevitavelmente nas vias navegáveis. Aliás, antes de alcançarem o oceano, já são um problema. Smith relata que em Kibera, uma das maiores favelas de Nairóbi, uma reserva de chinelos descartados uma vez bloqueou o suplemento de água limpa da área.

 

Esta situação parece representar um perigo para a saúde direta. «A nossa fundadora, Julie Church, nos anos 90, descobriu uma praia inteira totalmente coberta por chinelos», conta Smith. «Ela não viu apenas peixes mortos que tinham tentado sobreviver no seu habitat natural, mas tartarugas incapazes de chegar até terra para os seus ovos eclodirem».

 

Veja também: Escolha os acessórios certos para esta primavera

«A poluição começou a matar a vida vegetal, começou a matar os caranguejos na areia … temos praias desertas que costumavam ter comunidades lá, que costumavam ser capazes de pescar, mas todo o ecossistema foi arruinado», acrescenta Erin Smith, segundo as declarações citadas pela ‘CNN’.

 

A maior parte dos detritos recolhido é reciclada, mas no caso dos chinelos estes são transformados em esculturas pela Ocean Sole. As esculturas são um lembrete colorido do dano que está a ser feito no planeta. Os chinelos são o tipo de calçado mais usado pela populações pobres. Os arqueólogos descobriram, inclusive, um par egípcio antigo feito de couro que tem mais de três mil anos.

 

 

Artigo anterior

O essencial é termos consciência. Só assim conseguiremos resultados!

Próximo artigo

Bolo de chocolate harmonizado com cerveja? Sim, no Bairro do Avillez