Home»VIDA»CASA & FAMÍLIA»Menino ou menina?

Menino ou menina?

Pinterest Google+
PUB

De todas as tradições holandesas que já vivi, as que estão relacionadas com o nascimento de um bebé estão entre as minhas preferidas. Tal como acontece em qualquer outra celebração na Holanda, o envio de um postal é obrigatório. Os pais enviam um cartão à família e amigos a anunciar a chegada do bebé. Além do nome e da data e hora do nascimento, é normal o cartão ter o peso e, claro, o tamanho do bebé, não estivéssemos nós no país com o povo mais alto do mundo.

 

Da mesma forma, os amigos respondem com um cartão. Os holandeses podem não ter a veia romântica de um Almeida Garrett ou de um Camilo Castelo Branco, mas são exímios na escrita prática de umas palavras de felicitação. Os pais acumulam estes postais num local visível da casa, como a porta da sala ou uma parede, onde os convidados podem observar os mesmos.

 

Depois, as visitas aos recém papás e ao bebé. Estas, como não poderia deixar de ser, são marcadas com antecedência e os horários de visita religiosamente cumpridos. Aqui é normal entregar uma prenda para os pais ou para o bebé. Mas um pequeno presente é suficiente, os holandeses são contidos nas ofertas. Obviamente a conversa gira em torno da criança e não se admirem se a mãe decidir amamentar sem qualquer pudor à frente dos convidados ou se vos passar a criança para os braços.

 

Os pais holandeses são mais práticos e descomplicados. Os bebés cedo enfrentam a chuva e o frio, os passeios de bicicleta e a interação com estranhos. Um pai holandês pouco se assusta com a criança que cai ao chão ou com as mãos que passam do chão para o brinquedo ou para a boca.

 

Mas voltando à sala de visitas da família que acabou de acolher um novo membro, não é possível abandonar a casa sem comer um ‘beschuit met muisjes’ ou ‘tosta com ratinhos’. Segundo a tradição holandesa, estas tostas são oferecidas aquando o nascimento de um bebé, barradas com manteiga e salpicadas com pepitas azuis ou cor-de-rosa com sabor a anis. Estas pepitas fazem lembrar ratinhos, daí o nome. Os pais oferecem este snack não só às visitas, mas também aos colegas de trabalho ou outras pessoas que fazem parte da sua rotina.

Artigo anterior

Carolina Patrocínio: «O que não te desafia, não te muda»

Próximo artigo

LEGO lança pela primeira vez figura em cadeira de rodas