Home»BEM-ESTAR»CORPO»Médica alerta para riscos de colocação de implantes mamários

Médica alerta para riscos de colocação de implantes mamários

Os riscos mais preocupantes para as mulheres surgem nos primeiros anos após a colocação dos implantes mamários. No caso de não ocorrerem complicações, pode não haver necessidade de substituir ou remover os implantes de 10 em 10 anos, como habitualmente se fala.

Pinterest Google+
PUB

Os implantes podem desenvolver um buraco na camada externa do silicone devido ao desgaste. No caso de um vazamento, algumas mulheres substituem o implante, enquanto outras podem não perceber imediatamente e simplesmente viver com uma pequena punção. Antes de os implantes de gel silicone serem introduzidos, o risco de um vazamento era maior do que é atualmente.

 

Veja também: Porque aumenta o sexo com a chegada da primavera?

 

A contração capsular ocorre quando uma camada de tecido cicatricial se desenvolve em torno do implante, fazendo com que a cápsula de tecido em redor da mama encolha para sentir os seios mais firmes. A questão pode variar de leve a grave, e, segundo Lee, algumas pacientes podem optar por se submeter a uma capsulectomia para tirar o implante temporariamente e remover a cápsula espessada.

 

Além de todos estes possíveis cenários, Lee desmitifica um equívoco comum. Os implantes não devem ser necessariamente substituídos de 10 em 10 anos. Se não houver problemas, pode não haver necessidade de fazê-lo. De acordo com a FDA, estima-se que 20% das mulheres precisam de remover ou substituir os seus implantes dentro dos primeiros 8 a 10 anos.

Artigo anterior

Paula Rego em exposição no Centro Colombo a partir de junho

Próximo artigo

Sara Sampaio é madrinha de navio-hotel da Douro Azul