Home»VIDA»ALTERNATIVAS»Masala: o conceito de antídoto na Ayurveda

Masala: o conceito de antídoto na Ayurveda

Encontrar o equilíbrio na digestão é um dos grandes propósitos preventivos na Ayurveda. A nossa capacidade digestiva envolve muito mais que a nossa capacidade de digerir e assimilar nutrientes.

Pinterest Google+

Através da digestão favorecemos a capacidade de absorver e assimilar também pensamentos, emoções, sentimentos. O estômago é um órgão recetivo, e as diferentes constituições bioenergéticas – Vata, Pitta e Kapha – têm diferentes capacidades de digestão, absorção, assimilação e integração.

 

Ingerimos ao longo de um ano uma quantidade extraordinária e diversa de alimentos. Na sua forma física os alimentos contêm nutrientes, contudo, eles contêm também prana, vibração e informação. Aumentar a capacidade de digestão e assimilação a todos os níveis tem sido um dos focos da Ayurveda. De forma a aumentarmos a capacidade de assimilar foram criadas várias fórmulas – as Masalas – que contêm várias especiarias que potenciam a digestão. De entre as mais conhecidas temos o caril masala, a garam masala e a tea masala.

 

Caril Masala

O caril é uma mistura de especiarias usada na culinária indiana que varia muito na sua composição, dependendo da região de origem e das preferências pessoais. Podemos encontrar caril em quase todo o mundo. Embora seja uma masala de origem indiana, diferentes regiões da Índia desenvolveram as suas próprias misturas. As viagens dos comerciantes indianos pelo mundo, a partir do final do século XVIII contribuíram para a difusão da sua tradição culinária. O caril feito com ingredientes regionais integraram-se na culinária local em quase todos os lugares a que os indianos chegaram.

 

Alguns dos ingredientes mais comuns no caril incluem o açafrão-da-índia, o feno-grego, os coentros, a canela e o gengibre. As sementes de mostarda, os cominhos, a pimenta caiena e o cardamomo são também frequentemente incluídos nas misturas de caril. Para se preparar a masala de caril em casa é recomendável  comprar especiarias inteiras e triturá-las para se obter frescura e um perfil de sabor mais completo. Na receita abaixo, as especiarias são usadas inteiras, embora também possam ser usados pós de especiarias com uma proporção de 1: 1.

 

Ingredientes:

3 colheres de sopa de sementes de coentros

2 colheres de sopa de cominhos

2 colheres de sopa de açafrão-da-índia moído

1 colher de sopa de sementes de mostarda

2 colheres de chá de sementes de cardamomo

1 colher de chá de gengibre em pó

1 colher de chá de pimenta preta

5-8 paus inteiros (ou 1 colher de chá de canela em pó)

1/2 colher de chá de pimenta caiena

 

Muitos destes ingredientes oferecem benefícios potenciais consideráveis à saúde:

– Controle de açúcar no sangue: A curcuma, uma das principais especiarias do caril em pó, pode diminuir o risco de diabetes. Um estudo descobriu que o composto ativo da curcuma, a curcumina, evitava picos acentuados de açúcar no sangue e melhorava a sensibilidade à insulina em animais alimentados com uma dieta rica em gordura. Os pesquisadores observaram que a curcumina mostrou efeitos semelhantes ao medicamento para diabetes rosiglitazona e concluiu que os benefícios da curcumina podem ser devidos, em parte, a efeitos anti-inflamatórios.

 

– Anticancerígeno: Consumir caril em pó regularmente pode prevenir o cancro. A curcumina tem a capacidade de parar o cancro num dos seus estágios iniciais. A melhor forma de consumir a curcuma é assá-la com um pouco de água e pimenta preta (para potenciar a absorção dos seus princípios ativos), e guardá-la no frigorífico.

 

– Gestão do colesterol: O caril em pó pode ajudar a diminuir o colesterol e prevenir os cálculos biliares devido a uma das suas especiarias constituintes, o feno-grego.

 

– Desintoxicação: O pó de caril contém coentros que pode ajudar a remover metais pesados tóxicos, como o chumbo e o mercúrio. Um estudo descobriu que o consumo diário de coentros evitava alguns dos efeitos do envenenamento, incluindo também os baixos níveis de testosterona e a baixa contagem de espermatozoides. Os pesquisadores observaram que os coentros protegiam contra o stress oxidativo da exposição ao chumbo.

Artigo anterior

Top 10 dos alimentos altamente calóricos

Próximo artigo

Da linha ao sistema imunitário: os benefícios de beber água morna com limão