Home»VIDA»ALTERNATIVAS»Marte: projetor de vida

Marte: projetor de vida

O glifo para Marte representa a polaridade do símbolo de Vénus. O símbolo mais antigo revela a cruz da matéria colocada sobre o círculo do Espírito, mostrando a tendência dos desejos da carne para dominarem aspirações mais elevadas. Assim, as necessidades do indivíduo tornam-se mais importantes do que as da Humanidade.

Pinterest Google+

No entanto, no seu aspeto superior Marte representa a emergência de novas formas de autoexpressão, resultantes da interação entre o Espírito e a matéria. Se aplicadas com sabedoria, tais formas podem ser inspiradoras, apontando o caminho para um progresso interior. Com frequência, a influência de Marte, no mapa em geral, indica o desejo de comandar e exercer alguma forma de poder sobre os outros. Neste sentido, as vibrações do Planeta Vermelho podem ser resumidas como a força ativa do ego, expressando-se no ambiente imediato. Marte é o primeiro planeta que se exterioriza na direção do Sol – Terra – no espaço sideral, e faz a órbita (a ronda) em torno da Terra e do Sol. Representa a força de exteriorização e de conquista do guerreiro, a nossa agressividade, e a habilidade para nos impormos, para nos defendermos e para nos afirmarmos no Mundo. É como um vetor (energia aplicada numa direção focal) a nossa coragem de fazer cortes, ruturas, decisões… a prontidão para a ação. Marte é o impulso espontâneo e a habilidade para fazer vingar a vontade; é a força masculina da libido.

 

Marte é o impulso sexual, é a ânsia de singularização oposta à unificação com o outro ou com alguma causa maior. Marte é a necessidade de sobrepor-se à multidão e causar impressão no próprio ambiente. Vénus é a pacifista, Marte o belicista. Quando estes dois corpos se unem harmoniosamente no mapa, o resultado é um equilíbrio de forças que, se bem canalizadas, resultam numa perceção íntima de quando ser cooperante e quando ser agressivo.

 

Em geral, as pessoas precisam de um Marte relativamente forte (mas não esmagador) em seus mapas. Ele confere a coragem e a vitalidade necessárias para que a pessoa suporte as pressões da vida. Marte é o ímpeto para vencer e ter êxito. Ele concede aptidão para o nativo lutar pelo que deseja e, quando especialmente bem colocado no mapa natal, revela facilidade para a pessoa enveredar através da confusão e da “burocracia” da vida.

 

No seu aspeto inferior, Marte representa o que é animal no Homem – ímpetos emocionais básicos e agressividade instintiva. No seu aspeto superior, ele é a parte do Eu com a função de gerar novas formas de criatividade, através da destruição daquilo que deixou de ser útil. No corpo físico, Marte rege os glóbulos vermelhos, os órgãos reprodutores masculinos externos, o nariz, os tecidos musculares e o aparelho excretor.

 

Marte é o regente predominante de Carneiro e coregente de Escorpião. Também tem muito a ver com as questões da Casa VIII e especialmente da Casa I. Relaciona-se com todas as ocupações ligadas à guerra, ao uso de armas e ferramentas aguçadas, bem como a algumas formas de pesquisa e cirurgia.

 

Artigo anterior

Aprenda a fazer tiborna de filetes de cavala com molho de pimentos

Próximo artigo

As joias que brilharam nos Óscares 2018