Home»GLAMOUR»BELEZA»Mama Tuberosa: defeito ou feitio

Mama Tuberosa: defeito ou feitio

A mama tuberosa é uma alteração da forma da glândula mamária. Só se consegue perceber que uma mama é tuberosa após a puberdade, na fase de desenvolvimento da mama.

Pinterest Google+
PUB

Nos casos de mama tuberosa, não existe um desenvolvimento normal da mama, dando origem a esta deformação.

 

Apesar de a mama tuberosa não implicar problemas de saúde, pode conduzir a problemas de autoestima e de insegurança relativamente à imagem das pacientes.

 

A particularidade do formato da mama tuberosa é o desenvolvimento da glândula mamária somente na direção da aréola, provocando o alargamento da mesma e levando a uma projeção tubular ou afunilada da mama.

 

As pacientes podem ter apenas uma mama tuberosa ou ambas. Mas, em qualquer um dos casos, é possível melhorar o seu aspeto.

 

VEJA TAMBÉM: PRÓTESES MAMÁRIAS: MITOS & VERDADES

 

Alterações na forma

Na mama tuberosa, podem existir várias outras alterações da sua forma, tais como: subida do sulco inframamário, saliência da glândula através da aréola ou polos inferiores da mama ausentes ou diminuídos.

 

Os vários tipos de alterações variam de paciente para paciente, algumas apresentam características mais ténues, enquanto que outras apresentam formas mais graves.

 

A cirurgia para corrigir este formato da mama e tentar recuperar um formato normal implica, frequentemente, a utilização de implantes mamários associados a diferentes tipos de ajustamento da glândula mamária.

 

peito de mulher com soutien preto

Em determinados casos de mama tuberosa, poderá ser necessário utilizar técnicas diferentes do lado direito e esquerdo por forma a atingir a melhor simetria possível. Muitas vezes, neste tipo de cirurgia, reduzo o tamanho da aréola.

 

O problema é fundamentalmente estético e este tipo de cirurgias raramente interfere com a capacidade de amamentar.

 

Que resultado esperar da cirurgia de correção da mama tuberosa?

Este problema por vezes pode escapar num diagnóstico inicial e isso conduzir a alguma insatisfação na paciente e de, eventualmente, haver necessidade de realizar nova cirurgia.

 

Deste modo, é muito importante que esta cirurgia seja realizada por um cirurgião plástico experiente e bem treinado em diagnósticos de todos os problemas da mama, para não defraudar as expectativas das suas pacientes e conseguir ultrapassar a deformação da mama, proporcionando um equilíbrio nesta zona corporal.

 

 

 

Artigo anterior

Mais de 100 líderes mundiais celebram acordo para acabar com desflorestação até 2030

Próximo artigo

Abóbora e Ayurveda: receitas aromáticas para dias frios