Home»BEM-ESTAR»SAÚDE»Malditas insónias… explicadas pela medicina chinesa

Malditas insónias… explicadas pela medicina chinesa

«O sono é a base da vida e é tão essencial como comer e beber», patilha Jessica Zhang, especialista em medicina chinesa. Por isso, se sofre de insónias, não desvalorize este sintoma.

Pinterest Google+

Ainda que pense que a falta de sono da noite passada seja um caso isolado, saiba que todas as insónias devem ser tratadas, visto que esta dificuldade em adormecer resulta num distúrbio corporal e mental. «O sono é a base da vida e é tão essencial como comer e beber», patilha Jessica Zhang.

 

Para a prevenção de insónias, Zhang aconselha que evite ambientes confusos ou situações que o irritem, não ingira bebidas alcoólicas ou chás fortes antes de ir para a cama. Por último, lave os pés com água quente e procure deitar-se de imediato. Existem vários métodos de tratamento aos quais pode recorrer, incluindo meditação.

 

VEJA TAMBÉM: CURIOSIDADES SOBRE O SONO: DO MEDO DE DORMIR AO SONHAR A PRETO E BRANCO

 

 

Se optar por esta, não se automedique, consulte sempre o seu médico. Mas existem outros métodos naturais, sem químicos ou efeitos secundários, que prometem restabelecer as funções normais do sono com efeitos permanentes. Exemplo disso é a acupunctura.

 

«Não recomendo químicos porque apenas resolvem a causa e não curam o problema em si, fazendo com que a pessoa adormeça. No entanto, não restauram a vitalidade com o sono», opina Zhang em conversa com a Mood. «Por isso, muitos pacientes tomam medicamentos para dormir e acordam com fadiga mental e física».

Artigo anterior

Vida sexual do casal atinge o ponto alto entre os seis e os 12 meses de relação

Próximo artigo

Aprenda a aumentar a autoestima