Home»GLAMOUR»LUXOS»Mala Birkin vendida por preço recorde de 200 mil euros

Mala Birkin vendida por preço recorde de 200 mil euros

Uma mala Birkin rosa fuschia foi vendida por 200 mil euros num leilão da Christie’s em Hong Kong, quebrando o recorde da mala mais cara alguma vez vendida num leilão

Pinterest Google+

Se dúvidas existissem de que as malas Birkin são um dos mais altos símbolos de status no que toca a moda, esta notícia certamente acaba com elas.

 

Em Hong Kong, uma mala Birkin da marca Hermès, em rosa fuschia, foi arrematada em leilão por cerca de 200 mil euros, tornando-se assim a mala mais cara na história a ser vendida num leilão.

 

A dispendiosa mala é feita em pele de crocodilo e tem um fecho produzido em ouro branco de 18 quilates e diamantes.

 

A Birkin, que recebeu o nome em homenagem à atriz francesa Jane Birkin, foi criada em 1984, depois do chefe executivo da Hermès, Jean-Louis Dumas, ter conhecido o ícone de estilo num desfile em Paris e de esta lhe ter confidenciado que não conseguia encontrar uma mala de pele de que gostasse verdadeiramente.

 

Ainda assim, o preço da mala adquirida em leilão parece ter sido um bom negócio, se pensarmos que a Hermès tem à venda outras versões da mala que custam o dobro do preço.

 

No mesmo evento, a conhecida casa de leilões colocou à venda outras 300 malas de designer, incluindo um modelo Kelly em pele de crocodilo preto que foi vendido por cerca de 130 mil euros, outro recorde para aquele modelo em particular.

 

Artigo anterior

Vítor Matos: “Quando provamos um prato deve haver uma explosão de sabores, que se ligam entre si”

Próximo artigo

Algarve com 91 praias com qualidade de ouro