Home»ATUALIDADE»ESPECIALISTAS»Majja Dhatu: um sistema nervoso calmo e fluido com a Ayurveda

Majja Dhatu: um sistema nervoso calmo e fluido com a Ayurveda

Os desafios do sistema nervoso estão relacionados com os desequilíbrios nos níveis ideais dos três doshas, e principalmente do Vata que é o responsável pelo seu bom funcionamento.

Pinterest Google+
PUB

Desafios comuns do sistema nervoso

Os desafios do sistema nervoso estão relacionados com os desequilíbrios nos níveis ideais dos três Doshas, e principalmente do Vata que é o responsável pelo seu bom funcionamento. O Vata representa movimento, e um desequilíbrio a esse nível pode causar problemas nervosos como a ansiedade, o stress e a depressão, além de uma ampla gama de problemas psicológicos, alguns dos quais podem ser sérios e fatais. Existem mais de 600 distúrbios neurológicos registados. Algumas das doenças mais comuns do sistema nervoso são as seguintes:

 

Derrame: Quando o cérebro deixa de receber sangue como deveria, ocorre um derrame. Como o sangue contém oxigénio, a ausência de sangue significa que o cérebro deixa de receber o oxigénio de que precisa e, portanto, as células cerebrais começam a morrer. A forma como o derrame progride pode no extremo levar à invalidez permanente ou até mesmo à morte.

 

Epilepsia: A epilepsia é categorizada como uma doença em que as pessoas começam a ter convulsões. É um distúrbio cerebral, e o comportamento das pessoas pode tornar-se fora do comum. A epilepsia ocorre quando os neurónios se comunicam de modo desequilibrado e são incapazes de enviar os sinais corretos.

 

Meningite: Este distúrbio ocorre quando as meninges ficam inflamadas. Os dois principais tipos de meningite incluem a meningite bacteriana e a meningite viral. A primeira é mais rara, contudo, pode levar à morte.    A meningite viral acontece quando um vírus chega ao cérebro e causa danos à meninge.

 

Espondilose cervical: A espondilose cervical tende a piorar com a idade, pois pesquisas mostram que mais de 80% das pessoas com mais de 60 anos são afetadas por este distúrbio nervoso. A espondilose cervical afeta os discos da coluna vertebral na região do pescoço.

 

Recomendações ayurvédicas para o sistema nervoso

Todos os tipos de distúrbio neurológico encontram na Ayurveda um plano de tratamento elaborado que oferece soluções abrangentes sem efeitos colaterais. Existem diversas técnicas comprovadas, xaropes e tónicos ayurvédicos especialmente formulados que visam fornecer alívio holístico e recuperação a partir do entendimento da causa raiz desses distúrbios.

 

Em suma, as opções de tratamento incluem o foco no Dosha para restaurar os níveis ideais de cada um, obtendo medicamentos como tónicos cerebrais e nervosos específicos, acalmando o sistema nervoso por meio de limpeza e desintoxicação. Um plano de dieta ayurvédica é recomendado para aumentar a função cerebral e promover a saúde do sistema nervoso. O tratamento holístico inclui:

  • Aconselhamento
  • Nidana parithyaga (evitar todos os fatores causais)
  • A terapia Samshodhana ou Panchakarma que inclui Vamana, Virechana, Vasti, Nasyam
  • Shirodhara, Sirovasthi, Thalapodichil também são benéficos
  • Consumo de Shamana Oushadhis (Terapia suave de cuidado regular e rotineiro)

 

VEJA TAMBÉM: AYURVEDA E O EQUILÍBRIO DO PH: OS BENEFÍCIOS DE UMA DIETA ALCALINA

 

O nosso sistema nervoso também pode ser mantido em equilíbrio com a ajuda de um tónico específico à base de ervas, denominado de Saraswatharishtham. Este potente tónico é preparado com as melhores ervas e está indicado para muitas outras condições. Os benefícios do Saraswatharishtam são os seguintes:

  • Suporta uma boa qualidade de sono, e evita que acordemos a meio da noite.
  • Ajuda a melhorar o sistema nervoso para que funcione de forma otimizada, e permite uma melhoraria da comunicação interna no sistema, assim como a nossa expressão e comunicação externa.
  • O tónico ajuda a acelerar a cicatrização, de modo a que quaisquer feridas e lesões sejam reparadas mais rapidamente.
  • O Saraswatharishtham ajuda a manter a memória saudável.
  • O tónico ajuda a manter os níveis ideais dos três Doshas.
  • Possui características de proteção do fígado, e ajuda a reduzir a inflamação.
  • É eficaz na redução das toxinas do corpo.
  • Este tónico é recomendado para a maioria dos distúrbios e problemas nervosos.

 

Esta fórmula especial é preparada de acordo com a antiga escritura ayurvédica Bhaishajya Ratnavali na sua forma tradicional, usando a Arishtam – mistura obtida pela fermentação de potentes ervas medicinais. Esta mistura ajuda a aumentar a eficácia do tónico e aumenta a vida útil do remédio para uso prolongado. Os ingredientes do Saraswatharishtam incluem:

Brahmi (Bacopa monnieri): esta erva ayurvédica ajuda a manter a cognição normal, o poder da memória, o intelecto, a concentração e o funcionamento ideal do cérebro, estimulando a microcirculação sanguínea.

Shatavari (Asparagus racemosus): é um potente tónico ayurvédico com propriedades restauradoras e nutritivas.

Haritaki (Terminalia chebula): É uma erva ayurvédica bem conhecida que ajuda a manter a saúde dos nervos enquanto ajuda a manter os níveis ideais de todos os três Doshas.

Dhataki (Woodfordia fruticosa): Esta erva é um modulador imunológico potente que ajuda a manter a força e a saúde do sistema imunológico naturalmente.

Ashwagandha (Withania somnifera): É a erva adaptogénica mais famosa que ajuda a controlar uma resposta saudável ao stress.

Vacha (Acorus calamus): Esta erva controla três Doshas e também ajuda a eliminar o acúmulo de toxinas no corpo, permitindo tratar desequilíbrios nervosos.

 

Outros remédios naturais ayurvédicos para o sistema nervoso

A Ayurveda é um tesouro de remédios e fórmulas, e existem vários outros remédios que podem ajudar a fortalecer o sistema nervoso, e trazer o corpo de volta ao estado de equilíbrio.

 

Dieta

Quando o Vata está desnivelado, a primeira indicação é a de ingerirmos alimentos oleosos e húmidos que estão naturalmente preenchidos de nutrientes. Recomenda-se a ingestão de ghee, preparando-se as refeições com ghee ou misturando-o com um pouco com leite. O leite ajuda a trazer o Majja Dhatu ao seu estado de equilíbrio, e embora o leite frio seja desaconselhável, o consumo de leite morno com especiarias que o ajudam a digerir, é muito recomendado.

 

Quando existe um excesso de Pitta, o melhor é consumirmos alimentos naturalmente doces. Isso ajuda o corpo a acalmar-se e, ao mesmo tempo, e fornece o preenchimento e a nutrição de que necessitamos. É comum pensarmos que comer alimentos de sabor amargo pode ajudar a arrefecer o corpo. No entanto, isso deve ser feito com cuidado já que muitos alimentos amargos podem desequilibrar o Vata, e nesse caso a sua ingestão deverá ser moderada ou mesmo evitada por algum tempo, até que seu corpo esteja em equilíbrio. O consumo de ghee e leite é recomendado para ajudar a manter os níveis de Pitta.

 

Quando é o Kapha a desequilibrar o Majja Dhatu, é melhor concentrarmos-nos em alimentos com o sabor picante e amargo. Devemos comer vegetais de folha verde e escolhermos comer alimentos que sejam secos e leves. Podemos usar ervas e especiarias naturais ao consumir alimentos, pois isso beneficia e pacifica o Kapha.

 

Princípios e sugestões para uma rotina diária saudável:

  • Acalmar o sistema nervoso com uma programação e rotina diária saudável
  • A Ayurveda recomenda acordarmos antes do amanhecer, fazer três refeições por dia, com a refeição principal ao meio-dia, quando a digestão é mais forte, e irmos para a cama às 22h.
  • Limparmos o corpo através da eliminação de resíduos.
  • Lavarmos rapidamente todos os órgãos dos sentidos para acordá-los: mãos, pés, rosto, boca, olhos e nariz.
  • Meditarmos diariamente.
  • Automassagem chamada de abhyanga, com óleo, seguida de duche.
  • Exercício: ioga seria o ideal, por 10 a 20 minutos por dia.
  • Pequeno almoço.
  • Podem ser adicionadas outras ações de limpeza a esta programação. Algumas pessoas bebem água morna logo de manhã para fazerem a digestão e ajudar na eliminação. Também se pode raspar a língua para limpar as toxinas. Os exercícios respiratórios – Pranayama – também podem ser benéficos pela manhã, pois ajudam a desanuviar a cabeça.

 

Todas as atividades têm como objetivo eliminar as toxinas e acender a fornalha digestiva. Este processo é um excelente investimento para a nossa auto-fundamentação, bem-estar mental e desenvolvimento de uma função física saudável. Quando conseguimos sermos diariamente fiéis à nossa rotina, sentimos que o dia começa de forma estruturada, algo de que todas as pessoas altamente sensíveis precisam.

 

Exercício, ioga e meditação

Os exercícios e movimentos do ioga ajudam o Prana a fluir suavemente. Pessoas com desequilíbrio de Vata devem evitar praticar desportos exaustivos, e que ocupem muito tempo no dia. Ao optarmos pelo ioga, para o Vata são indicadas posturas lentas e que exigem pouco movimento. Se o Vata estiver muito desequilibrado, o ideal é a ausência de atividade. Se o Pitta estiver desnivelado recomendam-se também o ioga e exercícios lentos.

 

Quando existe desequilíbrio de Kapha ou Pitta, a Meditação é muito recomendada. Contudo, o Kapha em particular, deve meditar e dedicar algum tempo ao exercício ou ao ioga todos os dias. Se existe um desequilíbrio do Kapha a tendência à inércia é maior, o que afeta diretamente o fluxo de força vital no corpo.

 

Outras mudanças de estilo de vida

Mesmo o melhor tónico ayurvédico para os nervos dificilmente compensa um desequilíbrio de estilo de vida. A rotina diária é o motor principal do desequilíbrio e da infeção, e a sua correção é a parte principal do tratamento. Quando o Vata está viciado, o paciente deve descansar mais e evitar circunstâncias perturbadoras. As viagens devem ser limitadas.

 

Quando o Pitta ou o Vata estão desnivelados, recomenda-se sobretudo o descanso para que eles possam voltar naturalmente aos seus níveis ideais. No entanto, com o desequilíbrio do Kapha, é melhor fomentarmos a atividade em vez do sono e do descanso.

 

Recomenda-se evitarmos situações stressantes e, se ocorrerem, que mantenhamos a calma. Tomarmos a decisão consciente de manter a calma e focarmo-nos nela ajudará a restabelecê-la. Devemos evitar a competição, pois esta aumenta o stresse. Ter uma rotina e planear com antecedência as nossas escolhas e movimentos, ajuda, independentemente do dosha a que seja fácil mantermos o equilíbrio. Técnicas de gestão do stress são recomendadas.

 

Todas as recomendações devem ser acompanhadas e orientadas por um profissional de saúde especializado em Ayurveda.

Artigo anterior

O que se deve comer antes de beber álcool

Próximo artigo

Afinal, a cerveja engorda ou não?