Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Mais de metade dos europeus vão sofrer de obesidade em 2030

Mais de metade dos europeus vão sofrer de obesidade em 2030

Atualmente, esta é a quinta maior causa de mortes no mundo inteiro. E a sua prevalência triplicou desde a década de 1980 em muitos países da região europeia.

Pinterest Google+

A obesidade não é um problema de saúde exclusivo do nosso continente vizinho. A Associação Europeia para o Estudo da Obesidade (AEEO) anunciou a previsão de que esta doença irá afetar mais de metade dos cidadãos europeus, em 2030. Este terá o tema principal do ‘Dia Europeu da Obesidade’, a ser comemorado no dia 21 de maio, organizado pela AEEO.

 

De acordo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a obesidade é um dos maiores desafios de saúde pública do século XXI. A sua prevalência triplicou desde a década de 1980 em muitos países da região europeia. E o número de pessoas afetadas continua a subir a um ritmo alarmante.

 

O excesso de peso, para além de causar várias deficiências físicas e problemas psicológicos, aumenta drasticamente o risco de uma pessoa desenvolver uma série de doenças não transmissíveis, incluindo diabetes tipo2, doenças cardiovasculares e certos tipos de cancro.

 

 

Veja a galeria: O que não deve comer ao pequeno-almoço

 

 

O risco de desenvolver mais do que uma destas doenças também amplia com o aumento do peso corporal. Segundo a OMS, a obesidade é responsável por 2-8% das despesas de saúde e de 10-13% das mortes em diferentes partes da região. Atualmente, esta é a quinta maior causa de mortes no mundo inteiro.

 

A AEEO publicou, no ano passado, os resultados de uma pesquisa feita entre 14 mil membros do público em sete países europeus. A pesquisa concluiu que a maioria das pessoas subestima o seu próprio peso, subestima o peso dos outros e, ao que parece, tem pouco conhecimento das consequências. Em suma, a grande maioria das pessoas considera a obesidade como um problema puramente relacionado com um determinado estilo de vida pessoal, em vez de se reconhecer que existem outras questões subjacentes que a sociedade precisa de enfrentar.

Artigo anterior

Atenção, pais!

Próximo artigo

Victoria Beckham segue dieta alcalina