Home»S-Atualidade»Mais de metade da população adulta sofre de doenças reumáticas

Mais de metade da população adulta sofre de doenças reumáticas

As doenças reumáticas são, nos países desenvolvidos, das doenças que mais afetam a população, causando dor e incapacidade para o trabalho, bem como para as atividades da vida diária. Maria João Salvador, assistente Hospitalar Graduada de Reumatologia, explica as suas várias formas de expressão, bem como os tratamentos atualmente existentes.

Pinterest Google+
PUB

Segundo dados do EpiReumaPt, em Portugal, mais de metade da população adulta sofre de doenças reumáticas (56%), mas 3 em cada 10 pessoas nem sequer sabem e apenas cerca de 22% estão diagnosticadas.

 

Estas doenças, quando comparadas com outras doenças crónicas, implicam pior qualidade de vida, maior utilização e mais gastos em recursos de saúde, maior absentismo (superior a 9 horas semanais) e mais reformas antecipadas. Isto traduz-se num gasto enorme em despesas de saúde, incapacidade e perda de qualidade de vida do doente, sobrecarga das famílias e da sociedade.

 

VEJA TAMBÉM: PASSA MUITO TEMPO SENTADO E COM DORES NAS COSTAS? SIGA ESTE ESTE NOVO GUIA

 

As doenças reumáticas são doenças que afetam o sistema musculoesquelético, isto é, músculos, ossos, articulações, cartilagem, e/ou estruturas peri-articulares (como tendões, ligamentos, fáscias, etc). Algumas doenças reumáticas podem comprometer outras partes corpo humano, como rins, coração, pulmões, olhos, intestino e até a pele.

 

Existem mais de 100 doenças reumáticas que têm uma evolução aguda (horas ou dias), sub-aguda, sendo que a maioria são crónicas ou recorrentes, isto é, podem durar meses, anos ou toda a vida do doente. Podem atingir desde crianças a idosos e ambos os sexos, embora as mulheres sejam as que mais sofrem.

 

De forma geral, podem subdividir-se em: doenças reumáticas crónicas imunomediadas, como a artrite reumatoide, as espondilartrites, o lúpus eritematoso sistémico, etc; e doenças reumáticas não imunomediadas, como por exemplo a fibromialgia, a osteoporose, a osteoartrose, doenças reumáticas periarticulares, etc.

 

VEJA TAMBÉM: PEDRO FIGUEIRA: «OS PROBLEMAS DE COLUNA SÃO A SEGUNDA RAZÃO DE VISITAS AO MÉDICO»

 

Não se sabe bem qual a causa destas doenças, mas pensa-se que serão vários fatores a intervir no seu aparecimento e que variam consoante a doença em causa – genéticos, imunológicos, ambientais. Há, contudo, alguns fatores de risco reconhecidos, como a idade, o tabagismo, a obesidade, o sedentarismo, o consumo excessivo de bebidas alcoólicas e a toma de alguns medicamentos.

 

A osteoartrose é a doença reumática que atinge maior número de pessoas. É caraterizada por alterações degenerativas da cartilagem articular, afetando principalmente as articulações de carga (joelhos, ancas, coluna) e as mãos. O seu aparecimento vai aumentando com a idade e causa grande limitação de movimentos, obrigando muitas vezes a cirurgia de substituição articular.

Artigo anterior

Mais de cinco mil jovens portugueses inscreveram-se no Corpo Europeu de Solidariedade

Próximo artigo

Seja a estrela deste fim de ano