Home»LAZER»DICAS & VIAGENS»Mais de 90% dos lisboetas apoia o turismo

Mais de 90% dos lisboetas apoia o turismo

A melhoria global dos principais indicadores reflete o efeito multiplicador do turismo e confirma o papel de Lisboa enquanto motor da economia nacional, refere a Associação Turismo de Lisboa.

Pinterest Google+
PUB

Mais de 90% da população que reside e trabalha em Lisboa tem uma opinião positiva ou muito positiva sobre os turistas e a contribuição do turismo para a capital portuguesa – um setor que gerou 8,4 mil milhões de euros na região em 2015 – revelam os dados dos estudos da Intercampus e da Deloitte, realizados para a Associação Turismo de Lisboa.

 

Por influência do turismo, a cidade tem hoje mais vida para 91% dos residentes e para 80% dos que aqui trabalham. “O Turismo tem-me ajudado a sentir mais orgulhoso em relação a Lisboa” é a opinião de 73% da população que vive na capital portuguesa, indica o estudo realizado pela Intercampus.

 

Veja também: Gastronomia e erotismo ganham espaço inovador em Lisboa

 

A opinião dos moradores nos bairros históricos está em linha com a dos restantes, com 91% a considerar que o turismo traz mais vida à cidade e 80% a dizer que o turismo ajuda a sentir mais orgulho em relação a Lisboa. Numa escala de 1 a 5 (em que 5 representa o impacto máximo positivo e 1 o impacto máximo negativo), a maioria dos residentes e das pessoas que trabalham na cidade considera positivo o impacto dos turistas na reabilitação das zonas históricas e tradicionais da capital portuguesa (média de 4,3 e 4,2, respetivamente). Em ex aequo, surgem a preservação do património e a preservação e reabilitação dos espaços públicos (4,2 e 4,1). Nota, ainda, para a preservação e reabilitação dos prédios e edifícios de habitação (4,1 em ambos os perfis da população inquirida).

 

O impacto mantém-se positivo no que se refere às áreas económicas, nomeadamente, hotéis e restaurantes (média 4,6 e 4,3 respetivamente), bares, cafés e esplanadas (4,6 e 4,4) comércio tradicional (4,5 e 4,4), lojas e centros comerciais (4,5 e 4,3) e atividades culturais e artísticas (4,4 e 4,2). O desenvolvimento da economia é apontado como a principal vantagem do turismo, para 61% dos residentes e para 64% dos que trabalham na Cidade. Em segundo lugar surge o aumento do comércio (31 e 17%, respetivamente) e em terceiro a criação de oportunidades de emprego (8 e 17%).

 

Veja também: Dez locais para beber cerveja artesanal em Lisboa

 

O Turismo na Região de Lisboa gerou 8,4 mil milhões de euros em 2015, o que equivale um aumento médio anual de 8% nos 10 anos precedentes, indica um outro estudo realizado para a ATL pela Deloitte.  O maior crescimento na década em análise (2005-2015) pertence à cidade de Lisboa, com 9,5% ao ano, enquanto o da restante região atingiu 4,7%. Reflexo desta evolução, o Turismo gerou cerca de 150 mil postos de trabalho em 2015 (137.069, em 2005).

 

Dados referentes aos agentes da cadeia de valor do turismo na cidade de Lisboa indicam que a hotelaria registou um aumento de 240M€, seguida pela restauração, com 200M€. Já os transportes e as compras evidenciam um crescimento de 140M€ cada, com os congressos e reuniões a atingirem mais 100M€ e a animação turística mais 75M€.

 

Veja também: Os melhores rooftops de Lisboa

 

A expressividade dos resultados agora divulgados assenta numa estratégia concertada entre entidades públicas e privadas que, ao longo dos últimos anos, tem reforçado a atratividade de Lisboa enquanto destino turístico de excelência, refletindo-se no aumento progressivo do número de hóspedes. O total, mais do que duplicou na década em análise, ao passar de 3,5 milhões de hóspedes para 7,3 milhões.

 

O dinamismo característico do setor refletiu-se no acréscimo da oferta turística, expressa em mais sete mil quartos de hotel e outros seis mil em alojamento local na Cidade. Ainda quando comparado com 2005, em 2015, realizaram-se dez vezes mais Congressos e Reuniões por ano na Cidade e sete vezes mais na Região. Mais 55 cruzeiros por ano fizeram escala em Lisboa, foram criados quatro campos de golfe e inaugurado um casino.

 

 

Artigo anterior

Galeria de arte mais alta do mundo abre na China

Próximo artigo

Feijões e ervilhas aumentam mais a saciedade do que a carne